Meningite mata três pessoas na Bahia em dois meses; mais de 150 casos são notificados

Especial para o UOL
Em Salvador

Responsável por 49 mortes na Bahia no ano passado, a meningite meningocócica (a forma mais grave) continua fazendo vítimas no Estado. Nos primeiros 49 dias deste ano, de acordo com informações da Secretaria Estadual da Saúde, a doença provocou a morte de três pessoas. Outros dois adolescentes suspeitos de contraírem a doença estão internados no Hospital Couto Maia, em Salvador, unidade referência em doenças infectocontagiosas. Um deles, um estudante de 16 anos, será submetido a exames neurológicos porque os médicos suspeitam de morte cerebral.

No período do Carnaval foram registrados sete casos e uma morte, número considerado baixo pelo secretário Jorge Solla. “Foram apenas sete casos, sendo três por meningite meningocócica e uma morte.” Desde o começo do ano até esta quinta-feira (18) a Secretaria da Saúde contabiliza 153 notificações da doença.

O avanço da doença levou o Estado a comprar 1,5 milhão de doses de vacinas para aplicar gratuitamente em crianças de dois meses até quatro anos e 11 meses. Do total, 200 mil doses são destinadas exclusivamente às crianças que moram em Salvador e região metropolitana, locais que registraram um aumento considerável no número de casos em 2009 -a capital baiana teve 107 casos e 26 mortes. Em Camaçari (região metropolitana, a 45 km de Salvador), maior pólo industrial do Estado, aconteceram duas mortes. Suspensa durante o Carnaval, a campanha estadual de vacinação contra a meningite recomeçou nesta quinta-feira.

Mesmo com a oferta das vacinas na rede pública, as clínicas particulares registraram um crescimento de até 600% nos últimos 40 dias, em relação a igual período do ano passado -em média, cada dose é comercializada por R$ 100. “Há muita confusão e filas nos postos públicos e ninguém quer correr o risco de deixar o seu filho fora da campanha de imunização”, disse a professora Ana Beatriz de Souza, 26. Nesta quinta-feira, ela teve de esperar quase uma hora para ser atendida em uma clínica localizada no centro de Salvador. “Cheguei cedo, mas muitas pessoas estavam na minha frente.”

Dengue

A dengue, outra doença que provocou pânico na Bahia no ano passado, registrou 150 casos desde o início de janeiro. Em 2009, houve uma explosão da doença no Estado -121.245 casos (139% a mais do que em 2008), com 50 pessoas mortas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos