Piloto da FAB conta como encontrou sobreviventes de naufrágio em alto mar

Do UOL Notícias
Em São Paulo

O comandante da primeira aeronave da FAB (Força Aérea Brasileira) que decolou do Rio de Janeiro para localizar os náufragos do navio-escola canadense Concordia, que naufragou em águas brasileiras no final da tarde desta quinta-feira (18), contou que acendeu todas as luzes da aeronave para chamar a atenção dos sobreviventes em alto mar e facilitar a localização das balsas.

O Capitão Jorge Petrola contou que decolou com a aeronave Bandeirante de Patrulha pouco depois das 18h da base no Rio de Janeiro - cerca de 1h30 depois do primeiro sinal de emergência emitido pelo veleiro e recebido pela Marinha.

De acordo com Petrola, foi uma "grande alegria" quando a tripulação avistou o sinal luminoso no oceano. Escute o depoimento do militar. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos