Pará registra seis mortes por gripe suína neste ano

Juliana Maya
Da Rádio Nacional da Amazônia

Em Belém

O Estado do Pará registrou seis mortes por influenza A (H1N1) – gripe suína neste ano. Os casos estão entre os 19 registros positivos para a doença e outros 12 aguardam resultado laboratorial.

Em 2009, o Pará registrou 269 casos confirmados da doença e 10 mortes, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

A diretora do Departamento de Vigilância à Saúde do estado, Ana Helfer, afirmou que, hoje, quase todos os casos de gripe no Pará são causadas pelo vírus Influenza H1N1. Ela atribuiu o fato, principalmente, à grande quantidade de chuvas que atinge toda a Região Norte neste período.

“O período chuvoso favorece os aglomerados, que favorecem a transmissão de todas as doenças respiratórias. Como na nossa região está ocorrendo a circulação prioritária do vírus H1N1, automaticamente a doença respiratória que tem mais acontecido é a gripe influenza A", observou Ana Helfer.

A partir de março, a Secretaria de Saúde vai coordenar as ações de vacinação contra a doença. O trabalho começará por grupos prioritários, em quatro etapas, de 8 de março a 7 de maio.

Entre os grupos que terão prioridade estão os profissionais da saúde, povos indígenas, gestantes, doentes crônicos, crianças de 6 meses a 2 anos, a população de 20 a 29 anos e a população com mais de 60 anos com doenças crônicas.

A doença é caracterizada por febre repentina acima de 38 graus, acompanhada de algum dos seguintes sintomas: tosse, dificuldade respiratória, dor de cabeça, dores nos músculos e nas articulações. Em caso de suspeita da doença, a pessoa deve procurar o serviço médico imediatamente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos