Tremor assusta cidades de Pernambuco; evento pode ter relação com terremoto do Chile, diz sismólogo

Carlos Madeiro
Especial para o UOL Notícias
Em Maceió

O município de São Caetano (PE), localizado a 150 km de Recife, registrou um tremor de terra de 2,4 graus na escala Richter por volta das 23h30 deste sábado (27). Os moradores de pelo menos cinco municípios do agreste pernambucano relataram ter sentido a terra tremer, entre elas Caruaru, a maior cidade do interior do Estado.

Segundo o técnico do Departamento de Sismologia da (UFRN) Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Eduardo Alexandre, o tremor foi captado pelas estações sismológicas que a instituição possui para monitorar a área. “Soube hoje pela manhã por uma rádio da cidade e já baixamos os dados com o epicentro, que são captados em tempo real. Nessa manhã já confirmei com o pessoal dessas estações e eles falaram que sentiram forte o tremor”, explicou.

Para ele, o terremoto de 8,8 graus na escala Richter que atingiu o Chile na madrugada de sábado (27) pode desencadear uma série de acontecimentos sismológicos, como o registrado no agreste pernambucano. “São lugares diferentes. Aquela região do Chile é um local de tremores muito fortes. Mas não podemos dizer que não tem relação, pois um terremoto nessa ordem desencadeia indiretamente uma série de eventos nos locais onde costuma haver ocorrências. Mas não há necessariamente uma correlação direta. No mês passado, por exemplo, tivemos aquele no Haiti e não teve tremor aqui”, relatou.

Segundo o soldado Anderson Carlos, do Corpo de Bombeiros de Caruaru, mais de dez ligações foram feitas por moradores de três cidades, mas apenas relatando o tremor e buscando informações. “Não temos informações de danos materiais, apenas de pessoas que ficaram assustadas. Não chegamos a vistoriar nenhum imóvel danificado”, informou.

Área de tremores frequentes

A região central do agreste de Pernambuco já é conhecida pelos constantes eventos sísmicos. Segundo especialistas, uma falha geológica é o motivo dos constantes eventos. Em 2002, uma série de tremores, de até 3,9 graus na escala Richter, derrubou algumas casas e danificou vários prédios.

Muitos moradores sentiram o tremor deste sábado e relataram o susto. “Eu estava vendo televisão e senti o sofá tremer e ouvi um barulho. A gente leva um susto, mas já sabe que aqui nessa região volta e meia acontece um tremor”, contou ao UOL Notícias o mecânico Marcos Faustino, 40, que mora em Caruaru.

Nas redes sociais, como o Twitter, muitas pessoas também relataram ter sentido o tremor deste sábado. “Chile ontem, Caruaru hoje”, afirmou Ricardo Moreira. “De repente a porta começou a balançar, e as paredes tremeram... sensação horrível”, disse Gustavo Freire. “Aqui em São Caetano foi muito forte”, relatou Reinaldo José.

O técnico da UFRN tranquilizou a população, afirmando que não há risco de terremotos de grande magnitude na região. “A população deve ficar tranquila, pois essa atividade sísmica é conhecida na região, e a magnitude máxima chega a 4 [pontos na escala Richter], bem diferente dessas regiões como o Chile, onde ocorrem grandes terremotos”, assegurou Eduardo Alexandre.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos