Lobão diz que crise energética como a de 2001 é coisa do passado

Lourenço Canuto
Da Agência Brasil

Em Brasília

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, reafirmou hoje (4) que o Brasil não corre o risco de enfrentar novo desabastecimento de energia como o apagão ocorrido em 2001. Em entrevista a emissoras de rádio durante o programa Bom Dia, Ministro, ele ressaltou que as quedas no fornecimento durante curto espaço de tempo são comuns “em qualquer parte do mundo”.

"A crise energética vivida em 2001, quando houve necessidade de racionamento, é coisa do passado", destacou Lobão, ao lembrar que o Brasil tem hoje em construção 80 hidrelétricas e termelétricas. "É uma garantia para o fornecimento de energia elétrica nos próximos anos, além do sistema já que já temos instalado."

Entre as principais obras, o ministro citou a Usina de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), que será a terceira maior hidrelétrica do mundo e a segunda maior do Brasil, depois de Itaipu. Segundo Lobão, o governo trabalha para reduzir os custos do empreendimento. Inicialmente a obra foi orçada em R$ 16 bilhões, mas houve necessidade de refazer os cálculos.

Técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU) receberam estudos baseados em ponderações feitas pelas empresas construtoras e pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), que discutiram o assunto com o ministro há 15 dias. A estimativa é que o orçamento fique próximo a R$ 20 bilhões, o que ainda será determinado pelo tribunal.

O novo cálculo levou em conta ponderações sobre as necessidades estruturais do canteiro de obras de Belo Monte, além do custo para a construção de vias de acesso e do atendimento de exigências do Ministério do Meio Ambiente.

Lobão destacou que o Brasil tem atualmente capacidade instalada para gerar 110 mil megawatts de energia, "um dos maiores estoques do mundo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos