Polícia prende segundo suspeito da morte de secretário no RS

Flávio Ilha
Especial para o UOL Notícias
Em Porto Alegre

  • Emílio Pedroso/Zero Hora/Ag. RBS

    A polícia prendeu na manhã desta sexta-feira (5) Fernando Krol, o "Alemão", 21, um segundo suspeito de participar do assassinato do secretário da Saúde de Porto Alegre (RS), Eliseu Santos. Ele foi capturado no interior do Estado

    A polícia prendeu na manhã desta sexta-feira (5) Fernando Krol, o "Alemão", 21, um segundo suspeito de participar do assassinato do secretário da Saúde de Porto Alegre (RS), Eliseu Santos. Ele foi capturado no interior do Estado

A polícia gaúcha prendeu na manhã desta sexta-feira (5) o segundo suspeito da morte do secretário da Saúde de Porto Alegre e ex-vice-prefeito da capital Eliseu Santos. Fernando Krol, o Alemão, 21, foi capturado quando se deslocava da cidade de São Leopoldo, na região metropolitana, para Cruz Alta, na região central do Estado.

Segundo a polícia, Alemão está com ferimento de bala em uma das nádegas e não reagiu à prisão. Ele foi localizado por uma equipe da delegacia de Furto e Roubo de Veículos depois que foi emitido um alerta geral com a identidade do suspeito.

De acordo com o delegado Ranolfo Vieira Júnior, diretor do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), Alemão foi um dos assaltantes que abordou o secretário na tentativa de assalto que resultou na sua morte, há uma semana.

O outro assaltante, identificado por uma exame de DNA, se entregou à polícia no final da tarde de quinta-feira. Eliseu Pompeu Gomes, 22, apresentou-se na cidade de Canela, na serra gaúcha, acompanhado da mãe. A rendição numa cidade distante de Porto Alegre foi negociada pela advogada do suspeito, Cezalpina Anadon, com a Polícia Civil.

Gomes foi interrogado pelos delegados de plantão, mas não deu declarações orientado pela sua defesa. A advogada alegou que o caso está em segredo de Justiça e que seu cliente somente falaria diante de um juiz. O suspeito foi encaminhado para o Presídio Central às 22h, depois de passar por exames de lesão corporal no Departamento Médico Legal (DML).

O terceiro suspeito de participar do crime ainda está foragido. Segundo a polícia, Jocemar Takeuchi Navarro, o Japonês, foi o motorista da ação que tentou roubar o carro da vítima. Ele ficou no Vectra que foi queimado depois da tentativa de assalto, dando cobertura aos comparsas.

Segundo o delegado Vieira Júnior, a advogada de Japonês prometeu apresentar o suspeito, que está em liberdade provisória depois de cumprir pena por roubo de carro, antes do final de semana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos