Ciclone perde força e se desloca da costa gaúcha em direção ao oceano

Do UOL Notícias
Em São Paulo

O ciclone extratropical que se formou no Sul do Brasil perdeu intensidade e está localizado em alto-mar, segundo informou a Defesa Civil do Rio Grande do Sul na tarde desta terça-feira (9).

"Com isso, consequências e reflexos negativos estão praticamente descartados", afirmou o subchefe da Defesa Civil, major Aurivan Chiocheta. As duas equipes que haviam sido deslocadas para atuar no litoral norte gaúcho, devido aos possíveis danos que o fenômeno climático poderia causar, já foram desativadas.

A Defesa Civil alerta que a navegação deve ser evitada pelo menos até esta quarta-feira, quando, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as condições climáticas se estabilizarão.

Preocupação
Ontem, a Defesa Civil do RS renovou o alerta meteorológico emitido no sábado indicando que o nordeste do Estado poderia ser atingido por chuvas e vento forte, com rajadas superiores a 80 quilômetros por hora, até quarta-feira. Além disso, colocou suas coordenadorias regionais em estado de alerta e deslocou duas equipes, com cinco servidores cada, para o litoral norte, possivelmente a área mais vulnerável.

Os primeiros efeitos do fenômeno foram percebidos hoje nas praias de Torres, na divisa com Santa Catarina, mas sem a intensidade inicialmente prevista. O mar subiu, encobrindo parte da faixa de areia, com ondas ainda baixas, mas revoltas. A velocidade do vento aumentou de 20 quilômetros por hora de manhã para 30 quilômetros por hora no final da tarde. Pelo menos 30 pescadores deixaram seus barcos ancorados em área abrigada do rio Mampituba, atendendo as recomendações de evitar a navegação.

O meteorologista Eugênio Hackbart, da MetSul Meteorologia, considera o fenômeno como "pouco comum". Ciclones extratropicais formados na costa da Argentina e do Uruguai, com centro frio, que se deslocam para o litoral gaúcho e depois para dentro do oceano Atlântico são corriqueiros, ao contrário de ciclones formados na costa do Espírito Santo com o Rio de Janeiro, com centro quente, se movimentando para o Sul, como é o caso do atual.

*Com informações da Agência Estado

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos