Polícia reprime ciclistas durante ato da Pedalada Pelada em SP; quatro são detidos

Daniela Alarcon*
Especial para o UOL Notícias

Em São Paulo

Atualizada às 23h54

A terceira edição da Pedalada Pelada (versão nacional da World Naked Bike Ride), realizada neste sábado (13), em São Paulo, terminou com a detenção de ao menos quatro ciclistas. Segundo estimativas da Polícia Militar, 80 pessoas participaram do ato, entre participantes com roupas de banho e alguns completamente nus.

Por volta das 16h, quando os ciclistas encontravam-se na rua Avanhandava, região central de São Paulo, um deles, identificado apenas como Afonso, foi detido pela polícia por desacato. Outro participante, identificado como Gustavo também foi preso. Ele acusa a polícia de ter arrancado sua bermuda à força e de ter agido com truculência ao colocá-lo no camburão.

O sargento Fernando Benedito de Souza afirmou por telefone ao UOL Notícias que o manifestante foi detido porque tentou derrubar um policial chutando sua moto. Os demais ciclistas teriam então cercado o carro da PM no intuito de liberar os rapazes. Neste momento, o sargento afirma que a polícia agiu "com força moderada" e fez uso de spray de gás de pimenta e de cassetetes para "conter os mais exaltados". 

Duas outras ciclistas, Talita Noguchi e Laura (que pediu para não ter o sobrenome revelado), também foram levadas para a delegacia e foram autuadas por ato obsceno. De acordo com Noguchi, no momento da detenção, a jornalista Renata Falzoni e a ciclista Sarah Elizabeth, que estavam próximas ao local, foram ameaçadas de atropelamento pelos policiais. "A manifestação deveria ter sido apenas na avenida Paulista, como combinado previamente, mas o acordo foi desrespeitado. A intenção de alguns era causar polêmica", disse o sargento, sem saber especificar com quem tinha sido feito o acordo.

“O desfecho da manifestação vem justamente confirmar a mensagem que a gente queria passar: de que o ciclista está exposto a um trânsito e a políticas públicas de mobilidade obscenas. A violência contra o ciclista é diária", disse Talita Noguchi, 23, estudante de história da Universidade de São Paulo.

A World Naked Bike Ride é um protesto pacífico que acontece em dezenas de cidades do mundo. Seu principal objetivo é defender a inclusão do uso de bicicletas nas políticas de transportes da cidade, além de denunciar a poluição causada pelos automóveis e o aumento do número de mortes no trânsito na capital.

*Com informações de Gabriela Sylos, do UOL Notícias

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos