Topo

Com chuviscos, SP sai do estado de atenção; trânsito segue muito acima da média

Imagem da rua Conchilia, no bairro do Tremembé, zona norte da cidade, completamente alagada  - Moisés Nascimento/UOL
Imagem da rua Conchilia, no bairro do Tremembé, zona norte da cidade, completamente alagada
Imagem: Moisés Nascimento/UOL

Do UOL Notícias<br>Em São Paulo

19/03/2010 19h46

Atualizada às 22h24

Após ficarem em estado de atenção devido à forte chuva que atingiu a região, as zonas norte e leste da cidade, além da marginal Tietê, já normalizaram seu estado na noite desta sexta-feira (19), de acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências). 

A chuva perdeu intensidade e no momento há apenas registro de chuviscos em pontos isolados da cidade. Na Grande São Paulo, a precipitação também enfraqueceu e chove fraco apenas em alguns municípios.

Segundo os meteorologistas do órgão municipal, não há previsão de chuvas significativas para as próximas horas. Segundo o CGE, não há registros de pontos de alagamento na cidade.

Trânsito
Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 18h, São Paulo bateu o recorde de congestionamento do ano para o horário, com 184 km. A marca anterior pertencia ao dia 26 de janeiro, quando a cidade registrou 175 km de filas.

Às 19h de hoje, a cidade chegou a alcançar o pico de 207 km de congestionamento. Por volta das 22h20, a cidade registrava 72 km de lentidão, 8,6% das vias monitoradas - índice acima da média para o horário.  

A via mais congestionada da cidade é a pista expressa da marginal Pinheiros, sentido Interlagos. No trecho entre o viaduto do Jaguaré e a ponte do Morumbi, o motorista enfrenta mais de 10 km de lentidão. No sentido Castello Branco, pista local, há 4,7 km de filas da avenida Roberto Marinho até a ponte Eusébio Matoso.

A avenida dos Bandeirantes, sentido Imigrantes, também apresenta retenção, do início da marginal Pinheiros até o viaduto Aliomar Baleeiro, com 7,1 km de filas. No sentido marginal também há retenção desde o viaduto Dante Delmanto até a alameda dos Nhambiquaras, com 3,3 km.

Na pista local da marginal Tietê, sentido Ayrton Senna, o motorista enfrenta 5,4 km de lentidão do viaduto dos Bandeirantes até a ponte do Limão. Na pista expressa, há retenção de 5 km da ponte Velha Fepasa até a ponte do Limão.

No sentido Castello Branco, pista local, são 5 km de filas da rua Massinet Sorcinelli até a ponte Julio de Mesquita Neto. Outro ponto crítico, com 3 km de congestionamento, é o que vai do viaduto Jânio Quadros até a ponte Cruzeiro do Sul. 

Mais Cotidiano