Mais informação com menos tempo de leitura
Topo

Três zonas de SP estão em estado de atenção pelas chuvas; trânsito bate recorde

Imagem da rua Conchilia, no bairro do Tremembé, zona norte da cidade, completamente alagada  - Moisés Nascimento/UOL
Imagem da rua Conchilia, no bairro do Tremembé, zona norte da cidade, completamente alagada
Imagem: Moisés Nascimento/UOL

Do UOL Notícias<br>Em São Paulo

19/03/2010 18h55

 Atualizada às 19h35

O CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) da prefeitura colocou as zonas norte e leste da cidade, além da marginal Tietê, em estado de atenção devido à forte chuva que atinge a região.

Segundo o CGE, chove forte principalmente na Vila Maria, zona norte, e nos bairros da Mooca, Penha, São Miguel Paulista, Itaim Paulista e Guaianazes, na zona Leste da cidade.

Na Grande São Paulo, chove forte em Guarulhos, Itaquaquecetuba, Poá, Ferraz de Vasconcelos e parte de Suzano.

Segundo os radares meteorológicos do CGE, a tendência para as próximas horas é de que as chuvas percam intensidade e dirijam-se para o interior paulista.

Pontos de alagamento
O CGE registrava por volta das 19h25 quatro pontos de alagamento na cidade, todos eles transitáveis. São eles:

- Pista expressa da marginal Tietê, sentido Ayrton Senna, na altura do viaduto Aricanduva;
- Avenida Conde de Frontin, nos dois sentidos, na altura da rua Joaquim Marra ;
- Avenida Marechal Tito, sentido bairro, na altura da rua Gendiroba

Trânsito
Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) às 18h, São Paulo bateu o recorde de congestionamento do ano para o horário, com 184 km. A marca pertencia ao dia 26 de janeiro, quando a cidade registrou, às 18h30, 175 km de filas. 

Por volta das 19h25, a cidade registrava 212 km de lentidão, 25,5% das vias monitoradas - índice muito acima da média para o horário. 

Somente as marginais Tietê e Pinheiros concentravam cerca de 70 km de congestionamento. Na pista expressa da marginal Tietê, sentido Ayrton Senna, o motorista enfrenta mais de 10 km de filas do viaduto dos Bandeirantes até a rua Azurita. Outro trecho que apresenta lentidão é o que vai da Dutra até o viaduto Aricanduva, com 3,2 km de filas.

Na pista local, havia registro de 6,8 km de congestionamento do viaduto dos Bandeirantes até a rua Brazelisa Alves de Carvalho.
No sentido Castello Branco, pista local, o motorista enfrentava 7,7 km de retenção da ponte da Casa Verde até o viaduto Nova Fepasa. Quem segue pelo trecho entre o viaduto Jânio Quadros e a ponte Cruzeiro do Sul enfrentava 3 km de lentidão.

Na pista expressa, o motorista enfrentava 7,3 km de filas da ponte do Limão até o viaduto Nova Fepasa.

CPTM
A circulação de trens entre as estações Poá e Ferraz de Vasconcelos, na extensão da Linha 11-Coral (Guaianazes-Estudantes), está interrompida, de acordo com a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), por conta das chuvas.

Uma opção seria os trens da Linha 12-Safira (Brás-Calmon Viana) que funcionam normalmente.

Segundo a CPTM, a operação Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) já foi acionada e ônibus da EMTU irão realizar o transporte entre as estações.

*Com informações da Folha Online

Mais Cotidiano