Saiba a situação dos serviços e transportes no Rio de Janeiro

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

Atualizado às 22h05

O Rio de Janeiro amanheceu novamente com chuvas e em estado de atenção nesta quarta-feira (7). Ainda existem trechos alagados e risco de desabamentos em vários pontos do Estado. O prefeito da capital, Eduardo Paes, pediu para os moradores evitarem grandes deslocamentos pela cidade hoje.

Apesar do apelo, Paes afirma que a situação no Rio hoje é melhor e o cancelamento das aulas na rede pública deve minimizar os impactos no trânsito. “Quanto menos pessoas circulando na cidade no horário de pico, menores serão os transtornos no dia de hoje (...). Aqueles que puderem sair mais tarde para trabalhar ou largarem o trabalho mais cedo ajudarão a diminuir os transtornos na cidade”, argumentou.

O número de mortos devido às chuvas que atingem o Rio de Janeiro desde o final da tarde desta segunda-feira (5) passou de 140 na noite desta quarta-feira (7), segundo levantamento do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil Estadual. A maioria das mortes ocorreu em Niterói e na zona norte da capital.

Veja abaixo como ficam hoje os serviços e os transportes:

Trânsito (atualizado às 21h30)
A CET-Rio informa que permanece interditada:

- Av. Borges de Medeiros, altura da Rua Mário Ribeiro - sentido túnel Rebouças

Existem 750 agentes de trânsito da CET-Rio e Guarda Municipal administrando o trânsito na cidade e 12 painéis fixos e oito móveis orientam os motoristas sobre as condições das vias.

Ônibus, metrô, trens e barcas (atualizado às 21h30)
Os ônibus voltaram a circular normalmente hoje (7) em todo o Estado do RJ. Segundo a Rio Ônibus, os problemas enfrentados ontem por causa das enchentes já foram superados.

A Secretaria Estadual dos Transportes (Setran) informa está normalizado o funcionamento dos transportes de massa --metrô, trens operados pela Supervia, ônibus intermunicipais e travessias por barcas e catamarãs.

Para quem se desloca entre Rio e Niterói, a Setran orienta a utilização das barcas. Os catamarãs partem de Charitas para o Rio em intervalos de 15 minutos. As saídas de Cocotá e Paquetá para a Praça XV permanecem inalteradas.

Rodovias (atualizado às 21h30)
Vários trechos de rodovias federais no Rio de Janeiro ainda estão interditados por conta das fortes chuvas que atingem o Estado desde a tarde de segunda-feira (5). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recomenda que os usuários evitem circular pelas rodovias e aguardem a situação melhorar.

A rodovia Rio-Santos (BR-101 Sul) ficou interditada por quase nove horas por causa de deslizamentos de terra e pedras no km 450, em Mangaratiba. Após as 15h, o tráfego flui em meia-pista. Dois quilômetros adiante, também por causa de um deslizamento da encosta, os veículos só estão passando pelo acostamento.

Aeroportos (atualizado às 21h30)
O aeroporto Santos Dumont ficou fechado para pousos por mais de uma hora na manhã desta quarta (7), mas o movimento já está normalizado. No momento, a operação é feita com ajuda de instrumentos.  Já o  Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) está funcionando normalmente.

Escolas
As secretarias municipal e estadual de Educação do Rio de Janeiro informaram o retorno das aulas a partir desta quinta (8). Saiba mais. A Secretaria de Estado informou que as escolas estaduais localizadas nos municípios de Niterói e São Gonçalo permanecerão sem aulas até sexta-feira.

A UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) anunciou que retomará as atividades administrativas nesta quinta (8), mas as aulas só retornarão na próxima segunda (12).

Órgãos públicos
Após fechar ontem (6), a Câmara Municipal terá funcionamento normal. No Tribunal de Justiça, o presidente, desembargador Luiz Zveiter, determinou a normalização do expediente hoje e adiou o cumprimento dos prazos dos processos que se encerrariam nesta quarta-feira.

O procurador-geral de Justiça do Rio, Cláudio Lopes, também determinou o funcionamento normal do Ministério Público. O Detran, que suspendeu as atividades ontem, abre normalmente nesta quarta.

Saúde
Desde esta quarta-feira, o Hemorio, órgão da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil (Sesdec), teve uma queda de 80% no comparecimento de doadores de sangue e está em alerta máximo. De acordo com a diretora geral do instituto, Clarisse Lobo, já estão sendo realizadas estratégias para minimizar o problema, mas a população precisa ajudar, pois todos os tipos de sangue são necessários.

Para ser um doador, é preciso trazer um documento oficial de identidade com foto, ter entre 18 e 65 anos, pesar mais de 50 kg e estar em boas condições de saúde. Não é necessário estar em jejum. O voluntário deve somente evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e a ingestão de bebidas alcoólicas.

O governador Sérgio Cabral disse hoje que haverá uma série de ações preventivas contra doenças decorrentes das inundações, como leptospirose, hepatite e desinteria. Essas ações vão desde a orientação à população, em geral, e às famílias atingidas, em particular, até a preparação adequada das unidades de atendimento de saúde básica, como as emergências hospitalares, as UPAs 24 Horas e os postos de saúde municipais.

Comércio
A Fecomércio (Federação do Comércio) do RJ informa que os estabelecimentos comerciais voltam a funcionar normalmente na capital e nas demais regiões afetadas pelas chuvas. Ontem, a entidade orientou os comerciantes a não abrirem as portas. Em razão de problemas pontuais, a Fecomercio pede aos empresários do setor que avaliem possíveis atrasos individualmente.

Energia (atualizado às 22h15)
A Light, concessionária que fornece energia elétrica para o Rio de Janeiro, informou que há falta de energia em trechos de ruas dos seguintes bairros: Tijuca, Botafogo, São Conrado, Copacabana, Barra e Santa Tereza. O telefone para comunicar interrupções no fornecimento é o 0800-0210196.

Pagamento de impostos
A Secretaria da Fazenda do Estado prorrogou os vencimentos de IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) que ocorreriam nos dias 6, 7 e 8 deste mês. Os pagamentos poderão ser efetuados até a próxima sexta-feira (9). Saiba mais.

Doações
A Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria da Ordem Pública e da Guarda Municipal, iniciou ontem uma campanha de arrecadação de donativos a fim de auxiliar a população desabrigada após as chuvas que atingiram a cidade. A intenção é arrecadar colchonetes, alimentos não perecíveis, água e roupas. Ao todo, dez unidades da Guarda Municipal receberão os donativos. Veja como doar.

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), em parceria com a Cruz Vermelha, recebe doações 24 horas na Praça da Cruz Vermelha, nª 10, centro do Rio.

*Com informações da Agência Brasil

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos