Multas de trânsito da semana passada serão canceladas no Rio; prefeitura inicia obras de emergência

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A Prefeitura do Rio de Janeiro confirmou hoje (12) que todas as multas de trânsito aplicadas por guardas municipais ou pelos radares da cidade entre segunda-feira (5) e sexta-feira (9), em qualquer situação, serão apagadas do sistema e canceladas. A determinação veio do prefeito Eduardo Paes (PMDB), que considerou que a capital fluminense enfrentou um cenário atípico com as chuvas. "Alguns agentes de trânsito sem bom senso multaram na enchente. Todas as multas de segunda a sexta serão canceladas", afirmou ele em seu microblog no Twitter.

Buscas continuam no Rio e em Niterói; já são 229 mortos

Os bombeiros mantêm as buscas às vítimas dos deslizamentos de terra no morro dos Prazeres, em Santa Teresa, na cidade do Rio, e no morro do Bumba, em Niterói.

Segundo o último balanço, 229 mortes foram confirmadas --146 mortes em Niterói, sendo 36 no morro do Bumba, 63 no Rio, 16 em São Gonçalo, uma em Petrópolis, uma em Nilópolis, uma em Paracambi e uma em Magé.

Segundo a Prefeitura, os motoristas não serão nem notificados das infrações e por isso não vai haver necessidade de recorrer.

O temporal que provocou a tragédia no Estado do Rio teve início no final da tarde de segunda-feira (5) e levou o caos à capital e à região metropolitana, que praticamente pararam na terça-feira. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), somente na terça-feira choveu mais do que o esperado para todo o mês de abril na região.

Até o momento, 63 pessoas morreram apenas na cidade do Rio e cerca de 5.000 estão abrigadas nos 64 pontos providenciados pelo governo municipal as receber as vítimas da chuva. A estimativa do Corpo de Bombeiros é de que 11.500 pessoas estão desabrigadas no Estado e mais de 40.400 desalojadas na casa de amigos e parentes.

Conservação de emergência
Para recuperar a cidade dos danos causados pelos temporais, a Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (Seconserva) inicia nesta semana uma grande operação de emergência para recompor o calçamento com paralelepípedos, principalmente em ladeiras e regiões montanhosas, como nos bairros do Cosme Velho, Humaitá, Santa Teresa e Catumbi.

Na Grota Funda, as obras de contenção de encosta vão fechar a avenida das Américas, entre a avenida Roberto Burle Marx e a estrada dos Bandeirantes, em Guaratiba, das 0h às 5h a partir desta terça-feira (13) até 9 de maio.

Já CET-Rio informou que que a estrada Grajaú-Jacarepaguá, que corta a Serra dos Pretos-Forros e liga a zona oeste a zona norte, teve a pista sentido Jacarepaguá liberada. No sentido contrário, a via continua interditada. 

O ação emergencial inclui também a desobstrução de toda a rede de galerias pluviais e a intensificação da operação tapa-buraco.

Em Vargem Grande, a Rio-Águas começa a dragagem para desassoreamento de 7,5 quilômetros do canal de Sernambetiba e dos rios Morto, Vargem Grande e Cascalho. A obra, que deve durar seis meses e custará mais de R$ 2 milhões, pretende melhorar o escoamento das águas na região, minimizando os problemas de enchentes e alagamentos.  

Veja as cidades do Rio de Janeiro que registraram mortes

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos