Estudantes e empresário americano são presos por suspeita de decapitar dois homens em MG

Rayder Bragon
Especial para o UOL Notícias

Em Belo Horizonte

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu nesta terça-feira (13), em um bairro da zona sul de Belo Horizonte, quatro suspeitos de terem assassinado dois homens no último fim de semana. As vítimas foram decapitadas e os corpos carbonizados e mutilados, informou a Polícia Civil.

Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social, um empresário norte-americano, dois estudantes universitários e um policial militar são acusados da morte de Rayder Rodrigues e Fabiano Ferreira Moura, cujos corpos foram encontrados no sábado, na fazenda do Rio do Peixe, em Rio Acima, região metropolitana de Belo Horizonte.

Ainda de acordo com o órgão, os acusados são suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em lavagem de dinheiro e extorsão. Os autores do crime teriam sacado da conta de um dos mortos aproximadamente R$ 80 mil, mas a Polícia Civil não confirma essa versão.

O policial militar foi autuado e ficará detido em um batalhão da corporação. Foi instaurado um Processo Administrativo Disciplinar, que poderá culminar na sua expulsão caso seja comprovado seu envolvimento no crime.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil não deu detalhes sobre a situação do empresário norte-americano no país, mas afirmou que os procedimentos de praxe estão sendo realizados para identificar os suspeitos e também para colher depoimentos. Ainda de acordo com o órgão, deverá haver um pronunciamento dos delegados responsáveis pelo caso na manhã desta quarta-feira (14).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos