Chuva provoca duas mortes, deslizamentos e lentidão no trânsito de Salvador (BA)

Especial para o UOL Notícias

Em Salvador

As fortes chuvas que atingiram Salvador entre o final da tarde e a noite desta quarta-feira (14) provocaram a morte de duas crianças, além de desabamentos de pelo menos cinco imóveis, quedas de árvores e um dos maiores engarrafamentos registrados este ano na capital baiana. A situação mais crítica é na periferia da capital baiana. De acordo com a Defesa Civil, no bairro de Vila Canária, o desabamento de duas casas matou duas crianças, uma de dois e outra de seis anos.

No final da tarde, em Cajazeiras, outra casa desabou, provocando ferimentos leves em duas pessoas. Em outro bairro da periferia, Águas Claras, cinco pessoas ficaram feridas em mais um desabamento. Por volta das 18h, as ruas e avenidas mais movimentadas da cidade ficaram completamente engarrafadas.

O ex-governador José Serra, pré-candidato do PSDB à Presidência, que visitou a cidade nesta quarta-feira, demorou quase duas horas para fazer um percurso de menos de 25 quilômetros para chegar a uma emissora de rádio.

Em Lauro de Freitas (região metropolitana), as chuvas também provocaram um caos. Desde a manhã desta quarta-feira, a prefeitura colocou à disposição dos moradores dos bairros mais atingidos barcos para o resgate.

Já em Santo Amaro o nível do rio Subaé subiu pelo menos dois metros, inundando ruas e avenidas. Devido às chuvas, o jogo Vitória x Goiás, que seria realizado esta noite pela Copa do Brasil, no Barradão, foi adiado para esta quinta-feira. Na Bahia, segundo a Defesa Civil, 25 cidades decretaram estado de emergência em consequência das chuvas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos