Parque da Tijuca passará por obras de contenção de encostas e de drenagem

Cristiane Ribeiro
Da Agência Brasil

No Rio de Janeiro

Dos quase 300 pontos de deslizamentos identificados no Parque Nacional da Tijuca por causa das fortes chuvas que castigaram o Rio de Janeiro na semana passada, 50 vão passar por obras de contenção de encostas e para implantação do sistema de drenagem. Os trilhos do trenzinho que levam ao Corcovado, estradas e vias de circulação no parque, que foram danificados com os temporais, também serão recuperados. Com base na primeira avaliação feita pela Geo-Rio, o prefeito da cidade, Eduardo Paes, estimou em R$ 5 milhões o custo das obras.

O dinheiro virá do governo federal e da prefeitura. De acordo com o analista ambiental da Coordenação do Instituto Chico Mendes no Rio de Janeiro, Rogério Rocco, a liberação será feita assim que a necessidade de uso for definida. “A partir da avaliação da Geo Rio, vamos fazer um projeto para a recuperação imediata das áreas destruídas no Parque Nacional da Tijuca, e, então, aguardar a liberação do dinheiro”, acrescentou.

Para Rocco, ainda é cedo para dizer se houve negligência ou falta de manutenção nas áreas onde há intervenção humana, e que foram atingidas no Parque Nacional da
Tijuca. O fato, conforme explicou, é que as construções para viabilizar o acesso de visitantes são muito antigas.

“As vias de circulação têm décadas e a estrada de ferro do Corcovado, pelo menos 100 anos. Houve manutenção ao longo deste tempo, mas os deslizamentos das encostas são efeitos naturais e acontecem mesmo em área de floresta densa. Destaco que até agora não há indícios de que os deslizamentos ocorreram por descuido”, frisou.

O acesso a todo o parque ficou fechado desde terça-feira (6) da semana passada. Hoje (15) foi reaberto o Setor Floresta, onde ficam a Cascatinha, a Pedra Bonita, a Pedra da Gávea e o restaurante Esquilo. Os acessos ao Corcovado, Mirante Dona Marta, à Vista Chinesa e às Paineiras permanecem fechados sem previsão de abertura.

O Parque Nacional da Tijuca, que tem uma área de quase 4 mil hectares, é a maior floresta urbana plantada do mundo. O parque tem a maior visitação do país, com cerca de 2 milhões de visitantes por ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos