Acesso à Fernão Dias está interditado há mais de 30h; chuvas e imprudência foram principais causas de bloqueios

Do UOL Notícias

Em São Paulo

  • Lauro Alves/Agência RBS

    Em janeiro, o desabamento da ponte da rodovia RS-287, sobre o rio Jacuí, em Agudo, no Rio Grande do Sul, deixou 5 mortos

    Em janeiro, o desabamento da ponte da rodovia RS-287, sobre o rio Jacuí, em Agudo, no Rio Grande do Sul, deixou 5 mortos

Atualizada às 20h55

Há mais de 30 horas, motoristas enfrentam problemas para viajar pela rodovia Fernão Dias, que liga São Paulo a Belo Horizonte. Uma das opções para acessar a rodovia, a SP-08, está interditada parcialmente na altura de Mairiporã, ao norte da Grande São Paulo, em razão do tombamento de uma carreta na manhã desta quarta (21).

A rota passou a ser um dos principais desvios para acessar a Fernão Dias, depois que um deslizamento de terra ocorrido em fevereiro bloqueou a pista na altura do quilômetro 79. O deslizamento afetou as estruturas do viaduto da pista norte. Por medida de segurança, o tráfego foi bloqueado entre São Paulo e Guarulhos (entre os km 79 e 90). A previsão é que o reparo seja concluído somente em agosto.

A concessionária orienta os usuários a procurar saídas, como seguir pelos acessos que levam até a rodovia Dom Pedro e seguir por essa estrada até a cidade de Atibaia, onde é possível voltar para a Fernão Dias. O acesso pode ser pelo sistema Anhanguera-Bandeirantes, até a altura de Campinas, ou ainda por meio do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto ou pela rodovia Presidente Dutra.

Acidentes e bloqueios
Chuvas e imprudência são as principais causas de bloqueios e lentidão nas principais rodovias do país este ano. O primeiro acidente do trecho Sul do Rodoanel, entre uma carreta e um caminhão, bloqueou a via na tarde da última terça-feira (20). O congestionamento chegou a 8 km, de acordo com o DER (Departamento de Estradas de Rodagem). O acidente ocorreu na altura do km 58, próximo à represa Billings, no sentido rodovia Régis Bittencourt, por volta das 6h. A via só foi liberada às 14h. Os dois motoristas tiveram ferimentos leves.

No mesmo dia, o rompimento de um dos dutos de gás da Companhia de Gás de São Paulo (Comgás), por volta das 4h30, fechou a pista expressa da marginal do Tietê, perto da ponte Cruzeiro do Sul, sentido Lapa. A via foi liberada às 9h. O incidente aconteceu durante obras da nova Marginal, realizadas pelo Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa).

Em março, a rodovia Régis Bittencourt teve duas faixas interditadas por cerca de dez horas devido ao tombamento de uma carreta carregada de geladeiras, na altura do km 300, em São Lourenço da Serra (Grande SP), no sentido São Paulo. A rodovia também ficou interditada durante o período das chuvas na região de Cajati e em Juquitiba.

Em março, no km 22 da rodovia Raposo Tavares, na região de Cotia (Grande São Paulo), um motorista trafegou cerca de 13 km na contramão, colidiu de frente com um Gol que seguia no sentido oposto, por volta das 4h, e duas pessoas que estava no veículo atingido morreram.

Já em janeiro e fevereiro, os acidentes e bloqueios ocorreram em sua maioria em razão das chuvas. Nas estradas federais, o número de mortes aumentou em 13% no Carnaval. Segundo balanço da PRF (Polícia Rodoviária Federal), 143 pessoas morreram.

Em um dos piores incidentes, um motorista teve o carro tragado por uma cratera após uma queda de barreira na SP-29, em Itapevi (SP). O acidente ocorreu no dia 25 de janeiro e deixou a via totalmente interditada. O buraco se abriu na pista em razão do acúmulo de água na encosta.

Também devido às chuvas, a queda de uma ponte da rodovia RS-287 sobre o rio Jacuí, entre os municípios de Restinga Seca e Agudo (RS), deixou cinco mortos em janeiro. As buscas estenderam-se no rio por mais de dez dias, e cerca de dez pessoas foram resgatadas com vida.

*Com informações da Agência Brasil

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos