Sobe para 24 o número de municípios atingidos pelas chuvas no Paraná; mais de 70 mil pessoas foram afetadas

Do UOl Notícias*
Em São Paulo

Atualizada às 18h

Chuva também em SC

Chuva causa estragos em 15 cidades de SC; mais de 2.000 foram obrigados a deixar casas

Segundo o último levantamento divulgado pela Defesa Civil do Estado do Paraná às 17h45 desta sexta-feira (23), subiu para 24 o número de cidades atingidas pelas chuvas que começaram na tarde da última quinta-feira (22). Em consequência, o balanço aponta que subiu também o número de vítimas das chuvas: 70.366 pessoas sofreram algum tipo de prejuízo devido ao mau tempo, de acordo com a Defesa Civil.

Destas, 4.718 estão desalojadas (foram para a casa de amigos ou parentes) e 791 estão desabrigadas (foram encaminhadas para abrigos públicos). De acordo com a Defesa Civil, não há registro de mortos ou feridos.

Somente no município de Colombo, 3.900 pessoas estão desalojadas e 300 seguem desabrigadas devido a alagamentos. As localidades de Francisco Beltrão e General Carneiro também estão entre as mais afetadas pelo mau tempo. Além disso, Curitiba, Almirante Tamandaré, Cascavel, Pato Branco, Palmas, Barracão, Araucária, São José dos Pinhais, Marmeleiro, Vera Cruz do Oeste, Santa Tereza do Oeste, Campo Mourão, Manfrinópolis, Chopinzinho, Morretes, Rio Branco do Sul, Prudentópolis, Pinhais. Salgado Filho, Campina Grande do Sul e Bom Jesus do Sul também contabilizam prejuízos.

Em Curitiba, por exemplo, cerca de 155 mil unidades consumidoras de energia elétrica - casas residenciais e comerciais (aproximadamente 23% das ligações de energia da cidade) - ficaram sem fornecimento de luz por conta dos temporais que atingiram a região na tarde de ontem, segundo a Companhia Paranaense de Energia (Copel).

De acordo com a empresa, as quedas de árvores que atingiram a rede elétrica foram as principais causas da interrupção no fornecimento. Por volta das 16h20, algo em torno de 5.000 domicílios ainda estavam sem luz, em diversos bairros, especialmente na região sul do município. Segundo a Copel, ainda há cerca de 230 ocorrências em andamento ou aguardando atendimento. A empresa informou que as ocorrências continuarão sendo atendidas ao longo desta noite.

Em Cascavel, na região oeste, um forte vendaval durante a madrugada desta sexta-feira (23) seguido de chuva torrencial provocou estragos nos telhados de 80 casas. No aeroporto de Cascavel, segundo a Defesa Civil, o prédio para embarque e desembarque de passageiros teve todo o telhado arrancado. Há muitos galhos de árvores espalhados pela pista. Os voos programados no terminal para sexta-feira já foram suspensos.

De acordo com o serviço de meteorologia do Estado, o Simepar, a chuva deve continuar intensa nas próximas horas em algumas regiões.

*Com informações da Agência Brasil, Folha Online e Agência Estado 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos