Implantação de benefício a idosos no transporte público gera confusão em BH

Rayder Bragon
Especial para o UOL Notícias

Em Belo Horizonte

  • Rayder Bragon/Especial para o UOL

    Idosos aguardam fila para tirar cartão para transporte coletivo de Belo Horizonte

    Idosos aguardam fila para tirar cartão para transporte coletivo de Belo Horizonte

Idosos que usufruem de benefício da gratuidade no transporte coletivo de Belo Horizonte reclamaram de confusão e falta de informação ao retirar um novo cartão que permite a eles ocupar qualquer assento nos ônibus sob administração da BHtrans, empresa que gerencia o transporte de passageiros na capital. O chamado BHbus Master começou a ser distribuído nesta semana.

Até então, os estimados 100 mil usuários da franquia nos ônibus eram confinados na parte dianteira dos coletivos, área normalmente equipada com apenas 7 assentos e destinados também, por lei, a acolher mulheres grávidas e pessoas acidentadas e com dificuldade de transpor a roleta.

Em um dos postos de atendimento, no centro da cidade, usuários reclamavam da demora para confeccionar o cartão. “Eu cheguei aqui às 6h30 horas da manhã e não consegui nem retirar uma senha”, disse a aposentada Oscalina Maria da Silva, 76. O horário de funcionamento dos postos é das 8h às 17h, mas interessados começaram a chegar ao local bem mais cedo.

Idosos podem sentar em qualquer lugar do ônibus

Já para Ricardo Ronaldo, 66, a falta de informação foi o maior transtorno que ele enfrentou. “Me mandaram para outro lugar sem eu saber por que eles não podem me atender aqui”, reclamou. O aposentado voltou para casa sem o cartão.

Segundo o gerente do posto, Eugênio Araújo, o atendimento teve de ser reavaliado por causa do grande volume de pessoas que foram ao local – mais de 200 senhas foram entregues por dia. O benefício é concedido em outros três locais da capital mineira, mas fora da área central. Araújo chegou a ser cercado por pessoas que reclamavam da falta de informação e da demora em ser atendidas.

De acordo com a assessoria da BHtrans, todas as pessoas que têm gratuidade no transporte coletivo serão contempladas e não há prazo final para a retirada dos cartões. O órgão disse que irá apurar as causas da demora no atendimento.

Medida gera polêmica
O motorista Madson Rogério, 33, não concordou em ter de dividir espaço com os portadores do cartão BHbus Master. Para ele, a iniciativa vai atrapalhar o restante dos usuários dos ônibus. “Esse pessoal anda muito de ônibus sem precisar”, disse.

O agente de campo da prefeitura da capital Júnio César Santos, 29, reconheceu ser benéfica a concessão aos mais velhos, mas acredita que possa haver um inconveniente.

“As pessoas vão se sentir obrigadas a ceder os lugares aos mais velhos, quando eles passarem pela roleta e ocuparem a parte de trás dos ônibus”, disse.

A dona de casa Rosymary Rodrigues, 50, acompanhou a mãe na tentativa frustrada de adquirir o cartão e disse temer que a novidade traga conflito entre os usuários. “No local destinado aos idosos o pessoal já não respeita os lugares determinados para eles, imagina quando misturar tudo isso”, afirma.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos