Menos da metade da população indígena do AM foi vacinada contra gripe suína

Guilherme Balza
Do UOL Notícias

Em São Paulo

O Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas informou que dos 136.267 indígenas do Estado, apenas 63.624 foram vacinados contra a gripe suína, o que representa 47% do total. Em Manaus, o percentual de pessoas vacinadas é menor ainda: dos 7.864 indígenas, só 925 foram vacinados, ou seja, menos de 12% do população total.

Os dados foram contabilizados até o final de março. O período de vacinação da população indígena foi de 8 a 19 de março, mas as vacinas podem ser feitas mesmo após o término do prazo.

Por conta da ineficácia da campanha de vacinação, o MPF enviou uma recomendação à Secretaria Municipal de Saúde da capital, à Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e ao Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI, órgão federal) para que estes órgãos se articulem de modo a garantir a vacinação de 100% da população indígena de Manaus, meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.

“Pelo que conversamos com a Secretaria Estadual de Povos Indígenas, em Manaus, só foram vacinadas as pessoas que vivem na zona rural, mas a maioria dos indígenas mora na zona urbana”, afirma a procuradora da República no AM, Luciana Portal Gadelha.

A população indígena foi priorizada na campanha de vacinação contra a gripe suína por ser menos resistente à ação do vírus e por ter mais dificuldade em obter acesso aos serviços públicos de saúde. No fim do ano passado, ao menos sete ianomâmis morreram por conta da gripe suína na Amazônia venezuelana, em região próxima da fronteira do Brasil.

De acordo com a procuradora, a dificuldade de locomoção e de transporte dificultam as campanhas de vacinação na Amazônia, mas, se o percentual de indígenas vacinados não aumentar, ela afirma que o MPF será rígido. “Se o quadro não mudar, ajuizaremos uma ação civil pública contra os órgãos”, diz Gadelha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos