70% dos servidores da PF fazem paralisação e bloqueiam emissão de passaportes em vários Estados

Guilherme Balza

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A paralisação realizada por servidores da Polícia Federal atinge 70% do efetivo da corporação em todo o país, segundo a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef). Em vários Estados os policiais realizam operação-padrão em aeroportos e em postos de fronteira. Os serviços de emissão de passaportes não estão sendo realizados por conta da paralisação.

Em São Paulo, um grupo de 70 agentes permanece em frente à sede da superintendência, na Lapa, zona oeste de São Paulo, deixando entrar apenas quem possui agendamento marcado. Segundo a assessoria do órgão, apesar da paralisação, todos os serviços estão sendo prestados normalmente, entre eles entrega e pedido de emissão de passaportes.

A paralisação envolve, sobretudo, agentes, escrivães e papiloscopistas, ou seja, alguns dos cargos de menor remuneração dentro da PF. "A ideia é paralisar para chamar a atenção do governo. Não queremos parar de uma vez porque sabemos que isso prejudica muito a população", diz Almeida Lopes, presidente do Sindpolf (Sindicato de Policiais Federais de SP).

Os trabalhadores exigem a reestruturação da carreira e da tabela salarial da categoria. Os servidores dizem ainda que no governo Lula a categoria foi muito desvalorizada e que há uma discrepância entre os salários dos policiais que estão no topo e os que estão começando a carreira.

De acordo com Lopes, os servidores da PF recebem menos do que outras categorias que exigem qualificação inferior ou semelhante, como os profissionais da Abin (Agência Brasileira de Inteligência).

Ainda hoje, os policiais vão realizar um plebiscito para avaliar as atuais administrações do diretor-geral, superintendentes e chefes de delegacia. De acordo com o Sindpolf, o pleito será realizado em todas as unidades da Polícia Federal no Brasil, e os resultados serão divulgados pelos sindicatos.

Veja abaixo informações das paralisações em 18 Estados:

São Paulo
Superintendência e delegacias com atividades paralisadas. Previsão de realização de operação-padrão para a tarde nos dois aeroportos Congonhas e Cumbica, na capital, e Viracopos, em Campinas.

Rio de Janeiro
Somente a delegacia de Nova Iguaçu está paralisada. Há previsão de operação-padrão na parte da tarde no aeroporto Tom Jobim.

Minas Gerais
Superintendência e delegacias paralisadas. Não há previsão de operação padrão e nos aeroportos.

Espírito Santo
Superintendências e delegacias pararam as atividades. Policiais fazem panfletagem no aeroporto.

Rio Grande do Sul
Superintendências e delegacias com todas as atividades paralisadas. Policiais realizaram operação-padrão no aeroporto Salgado Filho durante toda a manhã.

Paraná
Superintendências e delegacias com atividades paralisadas. Não há previsão de operação padrão no aeroporto de Curitiba. Em Foz do Iguaçu, policiais fazem operação-padrão na Ponte Internacional da Amizade, com formação de filas.

Santa Catarina
Superintendência e delegacias mobilizadas. Não haverá operação-padrão nem suspensão total dos serviços em razão das fortes chuvas que atingem o Estado.

Bahia
Superintendência e delegacias paralisadas. Muitos policiais, no entanto, participam de operação previamente agendada.

Sergipe
Superintendência paralisada. Os sindicalizados estão doando cestas básicas para entidades carentes. A Delegacia de Imigração no aeroporto está com as atividades paralisadas.

Alagoas
Superintendência totalmente paralisada.

Pernambuco
Policiais pararam nas delegacias e na superintendência. Em Salgueiro, a operação para erradicação dos plantios de maconha foi suspensa. Durante a tarde aconteceu manifestação no aeroporto.  Pela manhã, foi realizado um ato em frente à superintendência.

Paraíba
Superintendência e delegacias paradas.

Rio Grande do Norte
Superintendência paralisada. Delegacia de Mossoró não parou e não haverá operação padrão.

Ceará
Houve paralisação dos serviços na Superintendência e nas delegacias. Não houve operação-padrão.

Piauí
Superintendência e delegacia paralisadas. Não houve operação-padrão.

Maranhão
Policiais fizeram manifestação pela manhã. Movimento de panfletagem foi feito à tarde no aeroporto.

Goiás e Distrito Federal
Superintendência e delegacias paralisadas. Não haverá operação padrão no aeroporto de Brasília, mas os servidores farão ato em frente ao Ministério do Planejamento na parte da tarde.

Mato Grosso do Sul
Paralisação na Superintendência e delegacias. Há previsão de operação padrão à tarde. Em Ponta Porã está acontecendo operação-padrão na rodovia.

Mato Grosso
Não parou em razão das operações policiais deflagradas na terça-feira, que envolveram todo o efetivo

Pará
Superintendência e delegacias paralisadas. Não haverá operação-padrão no aeroporto.

Amazonas
Superintendência paralisada. Operação-padrão realizada no aeroporto.

Amapá
Paralisação durante todo o dia na superintendência e manifestação no aeroporto.

Rondônia
Paralisação na Superintendência.

Tocantins
Delegacia de Araguaína parada. Funcionários da superintendência estão mobilizados. No aeroporto foram colocadas faixas de esclarecimento à sociedade.

Acre
Paralisação na superintendência e panfletagem no aeroporto da capital. As delegacias de Cruzeiro do Sul e Epitaciolândia realizam operação-padrão.

Roraima
Não houve paralisação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos