Contra venda de crack, prefeitura derruba 39 imóveis em favela do Rio

Daniel Milazzo
Especial para o UOL Notícias
No Rio de Janeiro

Até o início da tarde de hoje (20), 39 edificações já haviam sido demolidas na operação choque de ordem coordenada pela Secretaria Especial de Ordem Pública (Seop) junto à linha férrea do ramal Belford Roxo da malha de trens urbanos da região metropolitana do Rio de Janeiro. A região, localizada próximo à favela do Jacarezinho, Zona Norte do Rio, era ponto de venda e consumo de crack.

Além da secretaria, participam da operação equipes da Guarda Municipal, Polícia Civil, Defesa Civil, Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) e Secretaria municipal de Saúde, totalizando 250 agentes.

A previsão é de que até as 17h de hoje, cerca de 60 barracos sejam demolidos. Entre eles há casas e pequenos estabelecimentos comerciais, onde estava instalada a "cracolândia carioca".

A Defesa Civil trabalha no local para garantir que as pessoas desalojadas sejam realocadas. Quatro dos 39 imóveis demolidos eram residências.

Durante a manhã, 23 pessoas foram detidas, um menor foi acolhido e várias facas foram apreendidas.

Ontem (19), policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar, no Méier, apreenderam nove quilos de crack e dois projéteis para lança-rojão na Favela do Jacarezinho.

Acolhimento de menores
Nesta quarta-feira (19), a 4ª Promotoria da Justiça de Infância e da Juventude emitiu liminar determinando o imediato recolhimento e acolhimento das crianças e adolescentes encontrados na cracolândia junto à linha férrea.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos