Após dois assaltos em um mês, shopping de SP diz que havia reforçado segurança

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

A administração do shopping Cidade Jardim, onde dois estabelecimentos foram assaltados em menos de um mês, divulgou nota nesta segunda-feira (7) na qual afirma que havia reforçado a segurança após a primeira ocorrência. “O shopping sempre contou com forte esquema de segurança. Ainda assim, no último mês o efetivo de segurança foi substancialmente incrementado”, diz a nota.

De acordo com a Polícia Militar, quatro homens armados renderam os vigias no começo da tarde, assaltaram a loja da Rolex no andar térreo e depois fugiram em dois carros -modelos Polo e Citroen, ambos de cor preta- onde mais três pessoas os aguardavam. Em 16 de maio, uma quadrilha assaltou a joalheria Tiffany & Co, que também fica no shopping.

"A orientação do shopping é sempre preservar a integridade física de seus clientes e colaboradores. Neste caso, todos os procedimentos foram cumpridos à risca", diz ainda a administração do shopping.

Imagens
A Polícia Civil analisa as imagens do circuito de segurança para tentar identificar os assaltantes. Segundo o delegado José Antonio do Nascimento, da Delegacia de Roubo de Joias do Deic (Departamento de Investigações sobre Crime Organizado), ainda não foi possível identificar, por meio das imagens, se os ladrões de hoje têm envolvimento com a quadrilha que assaltou a Tiffany & Co.

Os assaltantes entraram no shopping como clientes. Depois, de acordo com o delegado, quatro deles entraram na loja da Rolex, onde quebraram os vidros de mostruários. O valor roubado ainda não foi avaliado.

O grupo teria entrado ainda na loja de artigos de luxo Montblanc, mas nada foi levado. Para o delegado, não se tratava de um assalto simultâneo, mas uma maneira de "assegurar a ação na loja efetivamente roubada".

Na fuga, uma funcionária foi feita refém e levada até perto da saída do shopping, de acordo com o delegado, mas em seguida liberada. Fora do shopping, os assaltantes dispararam durante a fuga.

O delegado afirmou que não considera frágil a segurança do local. Segundo ele, em uma análise visual, "parece satisfatório para shoppings". A Polícia Civil não confirmou a prisão de nenhum suspeito.

*Com informações da Folha.com

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos