Alagoas inutiliza mais de 9.000 doses de vacina por causa de blecaute

Carolina Pimentel
Da Agência Brasil

As autoridades de saúde de Alagoas descartaram mais de 9.000 doses de vacinas em Maceió por causa de uma queda de energia no último final de semana. Do total recolhido, 1.450 são doses de vacinas contra a influenza A (H1N1) – gripe suína e 2.770 de paralisia infantil, cuja campanha de imunização de crianças de até cinco anos de idade começa no próximo sábado (12) em todo o país.

As oscilações na rede elétrica prejudicaram a refrigeração das vacinas em dez postos de saúde. Essas vacinas foram descartadas e enviadas para análise do Ministério da Saúde. Alguns bairros ficaram mais de 12 horas sem luz. Um dos possíveis motivos para o blecaute é a forte chuva que atingiu a capital alagoana nos últimos dias.

A diretora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde estadual, Cleide Moreira, informou que a vacinação contra o vírus Influenza H1N1 foi interrompida na capital e será retomada amanhã (9). O foco são adultos saudáveis de 30 a 39 anos de idade. Até o momento, 102 mil adultos desse grupo foram vacinados em Maceió – número abaixo da cobertura mínima de 80%.

A diretora garantiu que a campanha contra a poliomielite não será prejudicada por causa do descarte das vacinas, uma vez que os postos de saúde têm doses extras. A meta é vacinar mais de 380 mil crianças em todo o Estado.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos