Topo

Turista vítima de explosão de bueiro no Rio tem quadro grave, mas estável, diz cirurgião

Julia Machado<br>Do UOL Notícias<br>No Rio de Janeiro

2010-07-01T13:07:40

01/07/2010 13h07

O estado de saúde do casal norte-americano vítima da explosão de um bueiro, ocorrida na manhã da última terça-feira (29), em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, continua estável. O quadro de Sarah Lawri, 28, no entanto, ainda requer cuidados extras e continua sendo considerado grave.

Após explosão, moradores do Rio de Janeiro caminham desviando de bueiros

“O quadro dela apresenta riscos pela extensão da queimadura, a maioria de segundo grau. Mas encontra-se estável e evoluindo bem. Ela está consciente, conversa e não sente muita dor. A alimentação está sendo oral, complementada através de sonda”, afirma o cirurgião plástico Marco Aurélio Pellon, especialista em queimados da Clínica São Vicente, onde os dois estão internados. “O marido está bem”, completou.

Os turistas americanos permanecerão internados ainda sem previsão de alta na unidade de queimados do hospital, na Gávea, zona sul da cidade, para onde foram transferidos após os primeiros atendimentos no hospital Miguel Couto, no mesmo bairro.

Sara Lawri teve 80% do corpo queimado. Já o marido, David McLaugheim, 31, está com queimaduras em cerca de 35% do corpo.

Segundo testemunhas, o casal foi atingido pela tampa de ferro e pelas chamas que saltaram do bueiro quando atravessavam na faixa de pedestres da rua República do Peru, em Copacabana, arremessando a mulher com a força da explosão. Algumas pessoas tentaram apagar o fogo do corpo da mulher jogando água. A polícia e os bombeiros compareceram rapidamente no local, mas houve demora na chegada da ambulância.

Nos últimos dois anos, pelo menos dez casos envolvendo bueiros que tiveram explosões foram registrados no Rio. A perícia ainda não foi concluída, mas a suspeita é de falha em um transformador subterrâneo, que teria explodido causando o acidente.

Mais Cotidiano