PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Perícia comprova que sangue no carro de Bruno é de Eliza Samudio

Goleiro Bruno chega à Divisão de Homicídios do Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca - Alexandre Durão/UOL
Goleiro Bruno chega à Divisão de Homicídios do Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca Imagem: Alexandre Durão/UOL

Gustavo Andrade e Guyane Araújo

Em Belo Horizonte

07/07/2010 17h12


O laudo do Instituto de Criminalística de Minas Gerais divulgado, na tarde desta quarta-feira, confirmou que o sangue encontrado na Land Rover do goleiro Bruno é de Eliza Samudio, desaparecida há quase três semanas.

De acordo com o diretor do órgão, Sérgio Márcio Costa Ribeiro, foram recolhidos cinco vestígios diferentes de sangue humano e três dessas manchas pertenciam à estudante.

Uma outra mancha analisada, de acordo com o chefe do Departamento de Investigações, Edson Moreira, é sangue de homem e pertence a um dos agressores.

Ele revelou que as investigações já permitem constatar as pessoas que estavam no interior do veículo, juntamente com Eliza. “O sangue será comparado com DNA dessas pessoas”, afirmou o policial.

Edson Moreira não revelou a identidade dos agressores, como o delegado os chamou.

De acordo com Sérgio Ribeiro, os vestígios de sangue encontrados na Land Rover foram comparadas às amostras de DNA coletadas do pai de Eliza, Luiz Carlos Samudio, e também do filho, Bruninho, de cinco meses.

Cotidiano