Tiroteio próximo à escola onde morreu aluno no Rio é constante, diz moradora

Daniel Milazzo
Especial para o UOL Notícias
No Rio de Janeiro

Uma professora aposentada de 71 anos, que preferiu não se identificar, afirmou que é recorrente o tiroteio próximo à escola onde estava aluno Wesley Rodrigues de Oliveira, 11, morto hoje (16) ao ser baleado no peito.

Ela mora em frente ao Ciep (Centro Integrado de Educação Pública) Rubens Gomes, no bairro de Barros Filho, zona norte do Rio de Janeiro, que foi alvo de uma operação da Polícia Militar no Complexo da Pedreira nesta sexta-feira.

Para a aposentada, o silencio no local é constantemente estilhaçado pelas armas. Ela disse ter acordado hoje cedo ao som dos tiros.

“Oro por todos. Oro pelo policial e oro por eles [criminosos] também. Só lamento a morte dessa criança”, disse.

Cristã, toda a semana cruza a passarela, a linha férrea – entre as favelas Largatixa e Chapadão – para reforçar sua fé. “Tenho medo de ir à Igreja, mas não tenho medo de ir pro céu.”

Durante a tarde, cerca de 50 moradores queimaram pneus na rua João Paulo, em protesto contra a morte do menino.

Os moradores da região estão apreensivos com a situação no bairro. Depois do incidente, as ruas da região, que é palco de disputa de facções rivais, ficaram vazias.

Durante a tarde, policiais da Divisão de Homicídios foram até a escola para uma perícia. Eles investigam as circunstâncias em que o estudante morreu e de onde partiu o disparo.

Segundo o major Maicon, havia 120 policiais militares participando da operação de combate ao tráfico de drogas na favela da Lagartixa e houve intensa troca de tiros. Seis traficantes saíram feridos e quatro foram presos.
Foram apreendidas oito motos, nove máquinas caça-niquel, drogas e seis armas – entre elas duas metralhadoras.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação lamentou o ocorrido e informou que as aulas do Ciep foram suspensas nesta sexta-feira. Na próxima segunda-feira (19), uma equipe do Programa Interdisciplinar de Apoio às Escolas Municipais (Proinape) irá à unidade para conversar com as crianças e os professores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos