Alex de Jesus/ O Tempo/ AE

Caso Eliza Samudio

Em depoimento, Fernanda confirma que cuidou do bebê de Eliza, mas nega contato com jovem

Rayder Bragon
Especial para o UOL Notícias

Em Belo Horizonte

Após prestar depoimento no Departamento de Investigações de Minas Gerais, em Belo Horizonte, nesta terça-feira (20), a suposta amante do goleiro Bruno, Fernanda Gomes Castro, 31, disse que não teve contato algum com Eliza Samudio, 25, ex-amante do atleta que está desaparecida desde o começo de junho. Fernanda esteve no local entre 16h e 20h15 e deve retornar amanhã para o Rio de Janeiro.

Segundo seu advogado Ércio Quaresma, Fernanda confirmou que apenas cuidou do bebê de Eliza a pedido de Luiz Henrique Ferreira Romão, o "Macarrão", durante um dia, na casa de Bruno, no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro, mas ela teria negado qualquer contato com a jovem desaparecida. De acordo com Fernanda, ela só soube dos fatos pela imprensa.

Assim como Bruno, Macarrão e outros suspeitos, Fernanda é investigada pelo suposto sequestro e morte de Eliza, que lutava na Justiça para ter seu filho reconhecido por Bruno. A criança seria fruto de um relacionamento entre Eliza e o jogador em meados de 2009.

Fernanda foi citada em depoimento concedido pelo adolescente J., 17, que revelou a trama do desaparecimento de Eliza. Ela é investigada pela participação no suposto sequestro ainda no Rio de Janeiro, no início do mês passado. Segundo a polícia, Fernanda teria cuidado do bebê na casa do goleiro e em seguida teria ido com Bruno e a criança em uma BMW para Minas Gerais, onde Eliza teria sido morta.

Durante seu depoimento hoje, Fernanda confirmou que esteve em um motel com Bruno, na viagem entre Rio de Janeiro e Minas, e que foi ao sítio do atleta assistir a um jogo de futebol, retornando em seguida para o Rio.  Segundo informações do inquérito policial, dois carros estiveram no motel em Contagem (MG): uma BMW, com Bruno e Fernanda, e uma Range Rover com Macarrão, o menor J., Eliza e o bebê. Mas, segundo Fernanda, ela não teve contato com Eliza porque estavam em suítes separadas.

Oito pessoas foram presas por suspeita de envolvimento no caso: Bruno, Dayanne (sua mulher), Macarrão (amigo de Bruno), Sérgio (primo do goleiro), Bola (ex-policial), Elenilson (caseiro do sítio de Bruno), Wemerson (amigo de Bruno) e Flávio (amigo do goleiro). Um adolescente de 17 anos, primo do jogador, está apreendido.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos