Ladrão que ficou preso em chaminé é condenado em SP

Especial para o UOL Notícias

Em São Paulo

Ladrão ficou preso em churrasqueira em fevereiro de 2010, na zona norte de SP

O desempregado Francisco José Bastos de Almeida, que ficou conhecido após ficar preso na chaminé de um bar, no Mandaqui, zona norte de São Paulo, foi condenado pela Justiça a cumprir pena de nove meses e dez dias de reclusão.

Na madrugada de 23 de fevereiro deste ano, Almeida foi preso em flagrante ao tentar invadir o bar para furtar o local. Ele foi acusado pelo Ministério Público por tentativa de furto qualificado. A decisão é do juiz Mauricio Valala, da 27ª Vara Criminal Central de São Paulo.

O juiz aceitou a qualificadora do furto por meio de escalada, pois, segundo o magistrado, o laudo pericial, acompanhado de fotografias, comprova que o réu venceu uma altura considerável a fim de ganhar acesso ao topo da laje do bar.

O juiz fixou o regime inicial aberto como o mais apropriado para o cumprimento da pena. De acordo com o magistrado, por estar preso desde a data do crime o regime de pena era suficiente para a reprovação da conduta do réu.

O caso aconteceu no bar da Pura quando, por volta de 1h, vizinhos foram acordados com gritos de socorro. A polícia foi chamada e descobriu que os gritos vinham de dentro da churrasqueira do restaurante.

Almeida entrou pela chaminé de 23 centímetros de largura e ficou entalado. Para tirar o rapaz foi preciso uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros. Os soldados quebraram a parte da churrasqueira. O resgate durou mais de uma hora. O rapaz foi levado para o Hospital do Mandaqui com lesões no corpo. Depois recebeu voz de prisão e foi encaminhado para o 13º DP (Casa Verde).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos