Cachorros de Bola são examinados por peritos da polícia de MG

Rayder Bragon
Especial para o UOL Notícias
Em Belo Horizonte

Peritos do Instituto de Criminalística da Polícia Civil de Minas Gerais examinaram os cachorros da raça rottweiler que pertencem ao ex-policial civil Marcos Aparecidos dos Santos, conhecido como Bola, suspeito de ser o executor de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Souza.

Os cães foram recolhidos no dia 7 deste mês na casa do ex-policial, em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte, e estão em um centro de zoonoses da prefeitura de Belo Horizonte, localizado no bairro São Bernardo, região da Pampulha.

A assessoria da polícia não informou quais exames foram feitos ontem nos cães (quatro adultos e seis filhotes) e adiantou que os resultados não serão divulgados.

Representação final contra J.

Ministério Público define hoje representação final contra menor J., primo do goleiro Bruno, suspeito de participar do sumiço de Eliza

No entanto, segundo uma fonte ligada às investigações, os peritos recolheram pêlos dos animais. Em um dos depoimentos, o adolescente J., primo do goleiro Bruno e acusado de envolvimento no sumiço de Eliza Samudio, teria afirmado que uma das mãos dela havia sido jogada aos cachorros, que a devoraram.

O advogado dele, Eliézer Jonatan, afirmou que essa versão não existe e o adolescente teria recuado e não a confirma.

O advogado Zanone Júnior, que defende Bola, afirmou que vai entrar nesta sexta-feira (23) com pedido no 1º Tribunal do Júri, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, com pedido para que os cães sejam restituídos à família do ex-policial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos