Após troca de reféns, índios aguardam reunião com representantes da Funai

Paula Laboissière
Da Agência Brasil

Em Brasília

Os cerca de 300 índios que ocupam a entrada do canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Dardanelos, na cidade Aripuanã (MT), aguardam uma reunião ainda hoje (26) com representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai).

Na noite de ontem (25), os índios aceitaram trocar os cerca de 100 trabalhadores mantidos reféns por cinco funcionários da empresa Águas da Pedra, responsável pelas obras. O local foi ocupado por volta das 5h da manhã.

De acordo com a Funai, os índios reivindicam ações de reparação porque a hidrelétrica está sendo construída em cima de um cemitério sagrado. Já a empresa alega que os índios pedem condições sociais melhores, como acesso à educação e saúde, melhoria das estradas de acesso às aldeias e inclusão no programa Luz para Todos.

A Águas da Pedra garante que o impacto ambiental da hidrelétrica será baixo e que os índios não seriam atingidos diretamente pela obra, uma vez que a aldeia mais próxima fica a 42 quilômetros de distância.

A conclusão das obras da Usina Hidrelétrica de Dardanelos está prevista para o fim deste ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos