Caixa vai diminuir o tamanho dos bilhetes de loteria em 10%; ambientalistas aprovam

Raquel Maldonado
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Para produzir uma tonelada de papel são necessárias de duas a três toneladas de madeira. Além da derrubada de árvores, a produção de um quilo de papel requer aproximadamente 540 litros de água e muita energia. Isso sem falar do uso de produtos químicos altamente tóxicos durante a fabricação, o que representa um risco para a saúde e para o meio ambiente.

Idec: dicas simples para o consumo consciente de papel

- Evite comprar produtos com excesso de embalagem;
- Revise textos na tela do computador e só imprima se for realmente necessário;
- Ao imprimir ou escrever, utilize os dois lados do papel;
- Dê preferência a produtos reciclados ou aqueles que trazem o selo de certificação do FSC;
- Use filtros, guardanapos e toalhas de pano em vez dos de papel;
- Recuse folhetos de propaganda que não sejam de seu interesse;
- Separe o lixo doméstico e doe os materiais recicláveis para as cooperativas de catadores;
- Organize-se junto a outros consumidores para apoiar ações sócio-ambientais e pressionar o governo a fiscalizar empresas, criar leis de proteção ambiental e programas de incentivo à produção limpa

Por este motivo, o anúncio feito na terça-feira (27) pela Caixa Econômica Federal, dizendo que irá diminuir o tamanho dos comprovantes das apostas feitas nas lotéricas de todo o país, foi comemorado por ambientalistas. Segundo os especialistas ouvidos pelo UOL Notícias, a iniciativa é positiva.

Um bilhete simples da Mega-Sena, por exemplo, que tem cerca de 14 centímetros deverá ficar com 12 cm após a implantação da nova medida. Segundo a Caixa, a mudança parece pequena, mas em um dia de pico as mais de 10 mil lotéricas do país chegam a registrar 20 milhões de apostas.

De acordo com o banco, ao longo de um ano, a redução no consumo evitaria a derrubada de quase 2.200 árvores para fabricar o papel. A Caixa afirma que, basicamente, só serão eliminadas as linhas em branco dos comprovantes, não comprometendo as informações necessárias ao consumidor.

Segundo a Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa), a produção do material no país utiliza exclusivamente madeira proveniente de florestas plantadas, ou seja, as árvores são plantadas para serem posteriormente utilizadas na fabricação de papel.

Luiz Fontes, fundador da ONG Ambiente Brasil, também comemora a decisão. “Uma ótima iniciativa. A mudança pode parecer pequena, mas a médio prazo a decisão trará avanços significativos, pois a redução no consumo de papel não vai incidir apenas na derrubada de árvores, mas também diminuirá o reflexo negativo que o processo de fabricação do papel tem no meio ambiente”, disse.

Mario Mantovanni, diretor de políticas públicas da SOS Mata Atlântica, destaca o fato de a Caixa ter aproveitado para relacionar a diminuição do tamanho do bilhete à preservação ambiental. “A decisão da Caixa tem um valor muito grande agregado. Além desta medida representar um ganho econômico para a empresa, já que haverá uma redução de papel, ela ajudará no processo de educação e conscientização das pessoas”, disse.

Já Roberto Smeraldi, diretor da ONG Amigos da Terra – Amazônia Brasileira, ressalta que há outros fatores mais importantes que o tamanho do papel para o meio ambiente. "O importante é a origem do papel, mais do que um cm a mais ou a menos de tamanho. Embora qualquer material impresso tenha de ser otimizado em relação ao aproveitamento do espaço, o que a Caixa deveria fazer é usar papel certificado, aquele com a marquinha do FSC, o que hoje em dia é bastante fácil."

Segundo a assessoria de imprensa, todo o papel usado pela Caixa Econômica Federal tem o certificado do FSC.

Produção de papel
De acordo com a  Bracelpa, o Brasil é o quarto produtor mundial de celulose. Em 2009 a produção brasileira de papel foi de mais de 9 milhões de toneladas.

Na última década, o setor ampliou as exportações de US$ 1 bilhão em 1990 para US$ 2,1 bilhões em 2002, mais de 100%. Para exportar ainda mais, o setor pretende investir US$ 4,4 bilhões até 2012 .

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos