STJ mantém prisão de acusada de integrar a maior rede de distribuição de drogas do Pará

Especial para o UOL Notícias

Em São Paulo

Myrys Luana Rodrigues Farias, suspeita de ser integrante da maior rede de distribuição de drogas do Pará, vai continuar presa. Na operação que levou à sua prisão foram apreendidos 111 quilos de cocaína. A decisão de negar a liberdade de Farias é do ministro Hamilton Carvalhido, do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Farias é apontada pela polícia de Belém (PA) como articuladora do grupo comandado por seu companheiro, Manoel Lima Rego, conhecido como o maior distribuidor de cocaína do Estado. Eles foram presos em 2009, passaram quatro meses na cadeia e foram soltos. Em novembro do ano passado foram novamente presos por decisão do juiz da 6ª Vara de Santarém (PA).

De acordo com a Polícia Civil paraense, Farias e Rego foram presos em uma das etapas da Operação Mosaico, da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). Rego seria o chefe da rede de distribuição de drogas com ramificações nos maiores polos produtores de cocaína da América Latina.

No pedido de habeas corpus ao STJ, a defesa da acusada argumenta a nulidade do decreto de prisão, por falta de fundamentação adequada para a prisão preventiva. De acordo com a defesa, nem o juiz nem o Tribunal de Justiça do Pará transcreveram o diálogo interceptado que permita concluir que há indícios suficientes de autoria do fato criminoso.

Ao apreciar o pedido, o ministro Carvalhido destacou parte do decreto de prisão que cita literalmente que, por meio de interceptações telefônicas, foi possível desencadear a operação que culminou na prisão de seis pessoas e na apreensão de 111kg de cocaína.

Na decisão, o ministro ressaltou, também, parte da decisão do TJ do Pará. Para o ministro, nem a decisão de primeiro grau nem a do tribunal estadual teriam qualquer ilegalidade capaz de permitir a concessão de liminar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos