Associação de lojistas critica falta de policiamento perto de shoppings, mas evita alarmismo

Arthur Guimarães
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Na linha de tiro entre assaltantes e policiais, os lojistas dos shopping centers observam receosos o aumento do número de assaltos a joalherias neste ano em São Paulo, ao mesmo tempo que tentam evitar uma postura alarmista que pode atrapalhar o próprio negócio.

Polícia divulga imagens do assalto a shopping em Santana, no fim de semana

Para Luis Augusto Ildefonso da Silva, diretor de relações institucionais da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), os 11 casos semelhantes registrados somente em 2010 em São Paulo mostram que falta uma ação mais efetiva da Secretaria de Segurança Pública. “Está faltando a polícia dar uma assistência a zonas primárias dos shoppings, nos arredores. Ninguém quer um posto policial dentro do centro comercial, mas é preciso melhorar o patrulhamento dos entornos”, defende.

O último assalto foi registrado nesse fim de semana quando, na noite de sábado (7), foram roubadas duas joalherias de um shopping em Santana, zona norte de São Paulo. Durante o tiroteio, dois vigias foram feridos.

Segundo Silva, as entidades do setor veem cobrando resoluções do Palácio dos Bandeirantes para melhorar o policiamento perto dos shoppings. “Primeiro, eram aqueles roubos de clientes, quando os assaltantes abordavam as pessoas logo que deixavam o estacionamento cheios de compras. Agora, temos esse novo problema”, afirma.

Em entrevista nesta segunda-feira, o delegado José Antônio do Nascimento, da 2ª Delegacia de Roubo de Joias do Deic (Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado), responsável pela investigação dos casos, afirmou que “vários assaltantes estão sendo presos” e prometeu uma ação enérgica contra os receptadores das joias. 

Para o diretor da Alshop, os shoppings já estão reforçando a segurança ao treinar melhor seus vigias e investir "pesado" em modernos sistemas de segurança em vídeo. “O shopping ainda é o paraíso da segurança”, defende ele, citando um aumento de 15% no público deste último final de semana em comparação com o Dia dos Pais de 2009.

Histórico
Por volta de 22h30 do último sábado, um grupo de cerca de dez ladrões roubou duas das seis joalherias do Santana Parque Shopping. Houve troca de tiros e dois seguranças do local ficaram feridos. Alex Pinto, 24, segue internado em estado grave e o outro vigia, que não teve o nome divulgado, levou um tiro de raspão na mão e já recebeu alta.

Os ladrões estavam fortemente armados e entraram pelo estacionamento. Eles se dividiram e iniciaram um assalto simultâneo às lojas JK Alianças e Casa das Alianças, fazendo os seguranças reféns. Depois de retirar os produtos do mostruários, eles fugiram. A polícia analisa as imagens do circuito de vigilância para identificar os suspeitos.

Nos últimos meses, diversos assaltos a joalherias foram registrados pela polícia em São Paulo, no interior e em outros Estados. Em 3 de julho, assaltantes invadiram uma joalheria no shopping Ibirapuera, na zona sul de SP. O roubo ocorreu na loja S.Rolim e deixou os mostruários das vitrines vazios. Segundo funcionários do shopping, a ação dos criminosos foi muito rápida.

No mesmo dia, dois homens armados com pistolas assaltaram a joalheria CL Joias do Shopping Tijuca, na zona norte do Rio. O assalto durou cerca de dez minutos, e os vigilantes do shopping não perceberam a ação. Ninguém ficou ferido. Funcionários da loja ainda avaliam o valor dos brincos, cordões e relógios de ouro que foram roubados.

Na noite anterior, a joalheira que fica dentro do hipermercado Carrefour no km 11,5 da rodovia Anchieta, no Sacomã (zona sul de SP), foi assaltada por cinco homens armados. Há cerca de um mês quatro homens armados assaltaram esta mesma joalheira e fugiram usando motos.

No dia 25 de junho, uma quadrilha que roubou 166 alianças, 102 anéis e 77 gargantilhas de uma joalheria em Ivaiporã (PR), entre outras joias, foi presa logo após o roubo. O grupo era formado por quatro homens com idades entre 19 e 23 anos, além de um adolescente de 17, que foi apreendido.

No dia 22 de junho, dois homens que se passaram por clientes furtaram uma joalheria no município de Avaré (262 km de São Paulo).

A loja da Rolex no shopping Cidade Jardim, na zona oeste de São Paulo, foi alvo de bandidos no dia 7 de junho --menos de um mês depois da ação na Tiffany. Sete homens participaram da ação --quatro deles, vestindo terno e óculos escuros entraram no shopping enquanto os outros aguardavam do lado externo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos