PF espera ajuste em setembro para retomar operações, diz presidente de federação

Camila Campanerut
Do UOL Notícias

Em Brasília

O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Marcos Vinício Wink, afirmou nesta segunda-feira (16) que a categoria recebeu do comando-geral da Polícia Federal a informação de que o orçamento do órgão será reajustado em setembro.

De acordo com Wink, o corte de R$ 122 milhões, de janeiro a maio deste ano, levou a instituição a não abrir novas investigações, apenas dar continuidade as que estão em andamento. Entre as operações afetadas, ele destaca as ações nas fronteiras, no combate ao tráfico de drogas e ao desmatamento na Amazônia, além de atividades de enfrentamento a crimes financeiros.

Segundo o oficial aposentado, essas atividades demandam maior contingente e gastos com diárias e deslocamentos. “As operações estão suspensas até segunda ordem. A promessa é que em setembro se teria o dinheiro."

Na última sexta-feira (13), a Folha de S.Paulo revelou em reportagem que o Ministério da Justiça só pagou até agora R$ 222,6 milhões dos R$ 410 milhões que havia reservado para despesas da administração.

Conforme dados da própria PF, houve uma pequena redução das operações realizadas neste primeiro semestre (103) em comparação ao mesmo período do ano passado (120).

A Diretoria-Geral da PF, por meio de sua assessoria, não quis comentar o assunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos