Policiais que liberaram atropelador do filho de Cissa podem pegar até 15 anos de prisão

Daniel Milazzo
Especial para o UOL Notícias
No Rio de Janeiro

Em entrevista concedida nesta terça-feira (17), o corregedor da Polícia Militar do Rio de Janeiro, coronel Ronaldo Menezes, afirmou que os policiais que tiveram contato com Rafael Bussanra, atropelador do filho da atriz Cissa Guimarães, devem responder por três crimes, cujas penas podem chegar a 15 anos de reclusão.

“Os policiais militares vão responder por corrupção passiva, falsidade ideológica e descumprimento de missão, tudo previsto no código penal militar”, disse o corregedor sobre o inquérito policial militar instaurado para apurar a conduta do sargento Marcelo Leal e o cabo Marcelo Bigon.

Segundo concluiu o inquérito, na noite do atropelamento de Rafael Mascarenhas, Roberto Bussamra, o pai do atropelador, pagou a quantia de R$ 1.000 aos policiais militares para que o incidente fosse aliviado. O combinado teria sido uma propina de R$ 10 mil. Mas Bussanra acabou desistindo da ideia quando percebeu se tratar do filho de Cissa Guimarães.

Os PMs poderão receber penas que variam de dois anos e oito meses a 15 anos de reclusão, caso sejam denunciados pelo Ministério Público pelos crimes apontados no inquérito.

Os policiais militares ainda serão submetidos a processo no conselho disciplinar da corporação, órgão que terá 40 dias, a partir da nomeação do colegiado, para decidir qual será a punição dos policiais, cabendo inclusive a expulsão da PM. A palavra final será dada pelo comandante-geral da polícia, coronel Mario Sergio Duarte.

Ameaça
O inquérito concluiu ainda que Roberto Bussanra não sofreu ameaça por parte dos policiais. "O que ele diz é que teve uma sensação de ameaça. Ele não explica de que maneira foi feita essa ameaça", disse o coronel. Segundo o corregedor, pesou na conclusão do inquérito o fato de a suposta ameaça só ter sido denunciada três dias após o incidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos