Após acidente, Barcas S/A informa que não haverá viagens extras no horário de pico

Daniel Milazzo
Especial para o UOL Notícias

No Rio de Janeiro

A concessionária Barcas S/A, responsável pela travessia marítima entre o Rio de Janeiro e Niterói, admitiu na tarde desta segunda-feira (23) que o serviço de transporte de passageiros no horário de pico estará prejudicado, já que a embarcação Ingá 2, que sofreu um acidente na manhã de hoje, continuará no estaleiro para inspeção. Mesmo assim, a concessionária afirma que não haverá viagens extras.

Na manhã de hoje, por volta das 8h, o catamarã com 376 passageiros que realizava a travessia na linha Praça XV-Araribóia sofreu uma pane eletrônica e chocou-se com as pedras na região do Aterro do Grogoatá, próximo à estação em Niterói.

De acordo com a concessionária, o Ingá 2 estará fora de uso para os horários de pico desta tarde e da manhã desta terça-feira (24). Ainda não se sabe quando os reparos serão feitos e em que prazo a embarcação poderá voltar a fazer o transporte. A Barcas S/A solicita que os usuários remanejem os horários de volta para casa e evitem fazer a travessia principalmente entre 18h e 19h.

A linha Praça XV-Araribóia funcionará com três catamarãs (cada um com capacidade para 1.300 passageiros) e duas embarcações tradicionais (cuja lotação máxima é de 2.000 pessoas). A travessia pela baía de Guanabara dura, em média, 12 minutos, ao passo que via embarcação tradicional o trajeto é percorrido em 20 minutos.

Acidente deixa 18 feridos
A embarcação Ingá 2 saiu da Praça XV, no Rio de Janeiro, às 7h50, com 376 passageiros. No momento da atracação na estação Araribóia, o catamarã sofreu uma pane eletrônica obrigando o comandante a realizar uma manobra de emergência e desviar na direção das pedras do Aterro do Gragoatá, próximo à estação, a fim de evitar o choque com outra embarcação.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 8h da manhã. Homens dos quartéis de Niterói e Itaipu ajudaram no socorro aos passageiros. O Grupamento Marítimo (GMar) de Botafogo, no Rio, também foi até o local com uma embarcação. O Ingá 2 teve de ser rebocado por outro catamarã para o desembarque dos passageiros. Em seguida, foi levada até o estaleiro da concessionária, na Ponta da Areia, em Niterói.

Ao todo, 18 pessoas ficaram levemente feridas (16 passageiros e 2 tripulantes) no acidente. Dos feridos, dez foram levados para o Hospital Azevedo Lima e os outros oito seguiram para o Centro Policlínico de Niterói.

A Capitania dos Portos do Rio de Janeiro informou a abertura de inquérito administrativo para apurar as causas do incidente, cujo prazo de conclusão é de 90 dias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos