Massacre em escola do Rio

Irmão de atirador diz na TV que assassino falava que queria "destruir um avião"

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Um irmão do atirador Wellington Menezes de Oliveira, de 24 anos, que promoveu um massacre na Escola Municipal Tasso de Oliveira, em Realengo, no Rio de Janeiro afirmou, em entrevista ao Jornal Nacional, da Rede Globo, que o assassino já havia manifestado um certo ímpeto violento anteriormente. 

“Durante um tempo, ele falou que tinha vontade de destruir um avião, como o que aconteceu nos Estados Unidos, nos ataques terroristas”, contou o homem, que não quis se identificar com medo de represálias.

O irmão do atirador contou havia vasculhado o computador de Oliveira e notou que o assassino costumava passar muito tempo fazendo pesquisas sobre armas.

Oliveira, segundo o irmão, fez tratamento psicológico durante a infância e sofreu um trauma quando a mãe adotiva, que tinha problemas mentais, tentou suicídio.

Mesmo com todo o histórico de problemas, o irmão do atirador se mostrou surpreso e lamentou a tragédia. “Tenho orado muito pelas vítimas”, disse, no final da entrevista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos