PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Nova ciclovia no Rio de Janeiro custa quase R$ 1 milhão por quilômetro

Daniel Milazzo

Especial para o UOL Notícias<br>No Rio de Janeiro

22/05/2011 16h20

Os trechos de ciclovia inaugurados oficialmente neste domingo (22) no Rio de Janeiro custaram quase R$ 1 milhão por quilômetro. Além da construção dos novos 22 km na zona oeste, o investimento de R$ 20 milhões compreende a arborização da região ao longo do traçado, a criação de rampas de acesso a passarelas e a instalação de bicicletários.

"Não há preço que justifique você dar transporte de qualidade para as pessoas. Essa é a área da cidade que mais se desloca de bicicleta", declarou o prefeito Eduardo Paes (PMDB).

O secretário municipal do Meio Ambiente, Carlos Alberto Muniz, ressaltou a arborização e os bicicletários para jusitificar a verba investida. "O dinheiro não é por quilômetro de ciclovia, é por todo um trabalho de urbanização", afirmou. De acordo com a prefeitura, com os 22 km entregues hoje o Rio passa a ter 200 km de ciclovia.

O secretário Muniz lembrou que a meta é chegar a 300 km até o final de 2012. Ele adiantou que uma nova ciclovia de 6 km será construída para ligar os estádios do Maracanã e do Engenhão. Outras devem acompanhar a Transoeste e Transcarioca, corredores viários que serão criados pelo poder executivo municipal. Atualmente, a zona oeste da cidade é que mais possui ciclovias.

Dos três novos trechos inaugurados, o maior deles possui 14 km e acompanha o traçado da linha de trem entre seis estações do ramal Santa Cruz (Paciência, Cosmos, Benjamin do Monte, Inhoaíba, Tancredo Neves e Santa Cruz). O segundo, com 6 km de extensão, sai do centro de Santa Cruz até a Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA), cruzando a reta João 23, no limite com o município vizinho de Itaguaí.

O terceiro trecho possui apenas 2 km e liga a ciclovia Bangu-Campo Grande à estação de trem de Campo Grande, além de uma extensão até a ciclovia Alfredo Del Cima. O projeto também compreendeu a instalação de 38 postes de luz que funcionam a partir da energia solar.
 
Cena carioca

No ato da entrega oficial, diviram o palanque com o prefeito secretários municipais e vereadores. Entre eles, Elton Babú (PT), irmão de Jorge Babú, ex-inspetor da Polícia Civil e ex-deputado estadual, condenado pela Justiça por formação de quadrilha armada devido à ligação com a milícia na zona oeste.

"Se ele [Elton Babú] tem algum relacionamento com a milícia, ele deve ser punido pelas forças policiais e pela Justiça. Mas como ele não tem nenhum tipo de punição, ele é um vereador eleito pela população, não compete a mim definir se ele pode ou não estar num lugar", declarou o prefeito para se esquivar de qualquer constrangimento.

Antes da chegada de Eduardo Paes para a entrega oficial, agentes da Guarda Municipal e da secretaria Especial de Ordem Pública (SEOP) fiscalizavam motociclistas. Pelo menos quatro deles já haviam sido autuados (por conduzir sem capacete e sem habilitação) e suas motos já tinham sido apreendidas quando um assessor da prefeitura chegou pedindo para a operação parar.

 As motos apreendidas foram encaminhadas para um depósito da prefeitura em Santa Cruz. Entretanto, depois da intervenção, a ação foi suspensa. O prefeito chegaria acompanhado da comitiva quinze minutos depois do ocorrido.
 

Cotidiano