Matança de gatos assusta moradores de Rincão, no interior de São Paulo

José Bonato

Especial para o UOL Notícias
Em Ribeirão Preto (SP)

Uma matança de gatos vem assustando donos de animais de Rincão (305 km de São Paulo). Segundo o engenheiro agrônomo Antônio Carrilho Neto, 58, foram mortos neste mês pelo menos 40 gatos, dos quais três eram dele. Os bichos também vêm sendo encontrados mortos por garis da cidade durante a limpeza.

Na última terça-feira (24), de acordo com o agrônomo, três de seus 13 gatos foram envenenados. Ele registrou queixa na polícia. "Assim que eu reclamei, outras pessoas também começaram a relatar casos semelhantes. Uma crueldade."

Entre os donos que também perderam bichos por envenenamento está a dona de casa Maria Helena Amorim Marcandalle, 46. Segundo ela, há duas semanas 15 gatos cuidados por ela e uma vizinha foram exterminados com veneno. "Eles foram morrendo aos poucos, entre quinta-feira da semana passada e domingo."

De acordo com Maria Helena, foi a segunda vez que gatos protegidos por ela foram mortos. Há doi s anos, diz, foram 16 gatos assassinados, num mesmo dia. "Um absurdo fazerem isso com os bichos. Eles não incomodavam ninguém."

A Polícia Militar afirma que existe apenas a queixa do agrônomo contra a matança. "Muitos moradores preferem não prestar queixa", afirmou o sargento Rogerio Cordoba Lopes, 40. A pena para quem mata animais varia de três meses a um ano de prisão.

Neste mês, Ribeirão Preto registrou uma chacina de aproximadamente 50 animais, a maioria gatos. Entidades de defesa fizeram uma manifestão de protesto. A polícia ainda não prendeu o suspeito das mortes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos