PUBLICIDADE
Topo

Cabeleireiro recebe três tiros no rosto no interior de São Paulo

José Bonato

Especial para o UOL Notícias<BR>Em Ribeirão Preto (SP)

19/07/2011 16h57

O cabeleireiro Donizete José de Souza, 27, recebeu três tiros no rosto e teve o tórax perfurado em uma tentativa de homicídio ocorrida na madrugada desta terça-feira (19) em Barretos (438 km de São Paulo).

O cabeleireiro estava com mais três homens dentro de um carro no distrito industrial da cidade, local considerado “ermo” pela polícia. Um deles era o operador de balança Danilo Rodrigo Okazuka, 29, alvejado na cabeça e no ombro e que morreu no local.

Segundo a Santa Casa de Barretos, o estado do cabeleireiro é muito grave. Ele está internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

De acordo com Julio Cesar Cardoso, 62, delegado titular da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) da cidade, é muito provável que a motivação do crime seja fútil. “Só com a prisão dos acusados é que teremos condições de confirmar essa hipótese”, afirmou.

Okazuka gostava de levar uma vida saudável, de baladas e de curtir os amigos, declarou o primo Rafael Eduardo Pereira, 24. Segundo ele, o rapaz era pai de uma menina de cinco anos, que mora com a mãe no Japão. “O sonho dele era juntar dinheiro e voltar a morar no Japão.”

O primo declarou que Okazuka se ausentou de casa para ir a uma festa numa cidade vizinha na companhia do cabeleireiro. A família soube da morte pelo noticiário da televisão. Em Barretos, Okazuka morava com a mãe, o padrasto, a irmã e uma sobrinha.

Cotidiano