Cantor sertanejo Cristiano Araújo é preso por excesso de barulho durante festa em Goiânia

Lourdes Souza

Do UOL, em Goiânia

O cantor sertanejo Cristiano Araújo foi preso no início da manhã desta quinta-feira (2) por provocar barulho em excesso no condomínio Jardins Madri, em Goiânia. Ele foi algemado por policiais militares e encaminhado para o 20º Distrito Policial (DP), no setor sudoeste.

A detenção foi resultado de reclamações dos vizinhos. Segundo a polícia, esse foi o sexto protesto dos moradores do condomínio em relação ao cantor. Cristiano Araújo ficou no 20º DP até o início da tarde, quando pagou fiança de dez salários mínimos (R$ 6.220) e foi liberado.

De acordo com o delegado, o cantor foi autuado por crime ambiental de poluição sonora e perturbação do sossego. Segundo testemunhas, a festa teria começado às 22 horas de quarta-feira (1º), e o som alto continuou até às 4 horas da manhã de hoje.

No local, o limite permitido é até 50 decibéis, e, segundo o volume medido pelos seguranças do condomínio, o barulho chegou a 68 decibéis.

Na manhã de hoje, testemunhas – os policiais militares que participaram da detenção, pessoas presentes à festa e segurança do condomínio – foram ouvidas pelo delegado. O cantor também prestou depoimento.

Durante os depoimentos, a polícia confirmou que furtos ocorreram na festa. Um dos convidados, Ruhander Valencio Costa, 20, disse que furtou R$ 100, dois relógios e óculos de outro participante do evento.

Em nota, a assessoria de imprensa do cantor informou que a agenda de shows será cumprida normalmente e hoje (quinta 2) ele ainda se apresentará na Festa de Peão na cidade de Campo Alegre, no interior goiano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos