PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Cabo se solta, e alpinista morre tentando escalar Pão de Açúcar

Bombeiros resgatam alpinista que tentava escalar o Pão de Açúcar; ele morreu ao chegar no hospital - Reprodução/Globo News
Bombeiros resgatam alpinista que tentava escalar o Pão de Açúcar; ele morreu ao chegar no hospital Imagem: Reprodução/Globo News

Do UOL, em São Paulo

02/12/2012 16h48Atualizada em 03/12/2012 01h55

Um homem morreu na tarde deste domingo (2) ao tentar escalar o morro do Pão de Açúcar, na zona sul do Rio de Janeiro. O alpinista Bruno da Silva Mendes, 32, ficou preso pelos equipamentos de escalada, e foi retirado do alto do Pão de Açúcar por um helicóptero do GOA (Grupamento de Operações Aéreas) do Corpo de Bombeiros.

Segundo os bombeiros, o homem morreu porque um cabo se soltou e ele caiu de uma altura de cerca de 70 metros. Ele subia pela localidade conhecida como Via Cepi, que possui um cabo de aço em sua extensão, para servir de guia. O alpinista bateu com a cabeça várias vezes na pedra.

O homem, que estava desacordado ao ser resgatado, foi levado ao hospital Rocha Maia, mas morreu ao chegar na unidade, segundo a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro.

  • Reprodução de imagem de site de relacionamento do alpinista Bruno da Silva Mendes, 32

O resgate levou uma hora, porque o alpinista estava num local de difícil acesso. Os bombeiros chegaram a deixar um médico com o alpinista, enquanto resgatavam duas mulheres que se afogavam na Praia de Copacabana.

Os bombeiros ainda resgataram com vida uma mulher de nome Andreia, que acompanhava o alpinista. Ela caiu alguns metros e ficou com ferimentos nas mãos.

Uma equipe de onze homens trabalhou na operação de resgate. 

O Pão de Açúcar é um dos locais preferidos para a prática de alpinismo no Rio, pois possui trilhas bem delimitadas, de diferentes graus de dificuldade. As rochas da parte baixa do morro são, inclusive, utilizadas para aulas de alpinismo.

(Com Agência Brasil, Estadão Conteúdo e Folha)

Cotidiano