PUBLICIDADE
Topo

Motorista suspeito de atropelar e matar três ciclistas no interior de São Paulo será ouvido hoje

Gol fica avariado após atropelar e matar três ciclistas no interior de São Paulo - Percival Rodrigues Junior
Gol fica avariado após atropelar e matar três ciclistas no interior de São Paulo Imagem: Percival Rodrigues Junior

Ellen Lima

Do UOL, em São José do Rio Preto (SP)

13/03/2013 13h53

José Roberto Negrão, 49 anos, motorista do VW Gol branco suspeito de atropelar e matar três ciclistas na noite do último domingo (10) numa rodovia que liga Santa Albertina (615 km de São Paulo) a Jales (585 km de São Paulo), deve responder por homicídio culposo, omissão de socorro e abandono do local do acidente. 

O acidente aconteceu no mesmo dia em que um ciclista teve o braço arrancado por um carro na avenida Paulista, em São Paulo. O delegado de Santa Albertina, Sebastião Biazi, que investiga o caso, vai ouvir Negrão na tarde desta quarta-feira (13)e. Os ciclistas trafegavam pela rodovia Jarbas de Moraes (SP-561) quando foram atingidos pelo veículo.

No acidente morreram o lavrador Valdenir da Cruz, 49, que ocupava uma das bicicletas, e Gersino Domingo Ferreira, 52, que levava sua mulher, Jovina Castro de Oliveira Silva, 54, na garupa de outra bicicleta.

Com o impacto da batida, Jovina e Valdenir morreram na hora. Gersino chegou a ser socorrido e levado à Santa Casa de Jales, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo a polícia apurou, os três iam a um sítio das redondezas para buscar milho verde.

O investigador da Polícia Civil Percival Rodrigues Júnior disse ao UOL que só chegou ao motorista porque ele estava com uma acompanhante, Maria do Socorro Santos, 45, que fraturou um dos braços e foi localizada pela Polícia num hospital em Paranapuã  (606 km de São Paulo), cidade próxima ao local do acidente.

Perícia

Ela revelou o nome do motorista, que reside em um sítio próximo a Jales, num bairro conhecido como Córrego do Jataí. “Ela disse que ele (motorista) tinha bebido um pouco, mas não o suficiente para ficar embriagado”, informou o investigador.

O Gol foi localizado por Percival estacionado na garagem do sítio, com o capô amassado e farol e para brisas quebrados. O veículo já foi periciado pelos técnicos do Instituto de Criminalística, e o laudo deve sair em 30 dias.

“Vamos aguardar o laudo da perícia para definir qual denúncia será apresentada”, disse Biazi. “O laudo deve indicar se os ciclistas estavam na pista ou no acostamento.”

O delegado informou ainda que Negrão poderá responder por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e pode pegar até nove anos de detenção por ser réu primário.
 

Cotidiano