Topo

Papa elogiou disposição de fiéis e disse que iria a Aparecida "até de ônibus", relata cardeal

Larissa Leiros Baroni

Do UOL, em Aparecida (SP)

2013-07-24T18:11:07

24/07/2013 18h11

O arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno, afirmou que o papa Francisco se disse impressionado com a multidão que o acolheu na Basílica de Nossa Senhora Aparecida, nesta quarta-feira (24), e com a coragem dos fiéis que enfrentaram chuva e frio para acompanhar a passagem do pontífice.

Veja quais lugares o papa deve visitar durante a Jornada

  • Arte/UOL

O cardeal também enalteceu a vontade demonstrada pelo chefe da Igreja Católica em visitar Aparecida. "Se eu não for de avião, irei até de ônibus", disse Damasceno, reproduzindo o diálogo que teve com o papa antes da celebração da missa no Santuário Nacional de Aparecida. "Ele estava esperando bastante por essa visita", completou.

O arcebispo afirmou ainda que a acolhida ao papa superou a expectativa de público, estimado por ele entre 200 e 300 mil fiéis. Damasceno confirmou o convite feito a Francisco para que ele retorne a Aparecida daqui a quatro anos, quando haverá a comemoração de 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora de Aparecida.

Após a missa, em discurso na tribuna do templo, o papa afirmou que deve voltar ao Brasil em 2017, o que deixou o arcebispo de Aparecida "surpreso", segundo o próprio. O pontífice também pediu que os fiéis rezassem por ele: "Quero pedir um favor, com jeitinho: rezem por mim".

Por fim, antes do retorno do papa ao Rio de Janeiro, onde ocorre a Jornada Mundial da Juventude, Damasceno afirmou ter pedido desculpas ao papa pelo "sacrifício" de enfrentar o mau tempo para visitar Aparecida. De acordo com o cardeal, a resposta de Francisco foi: "Não foi sacrifício algum. Foi um prazer".

Pontificado de Francisco
Pontificado de Francisco
$escape.getHash()uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','71407', '')

Mais Cotidiano