Topo

Protesto em frente ao prédio da Rede Globo no Rio tem confronto entre PMs e black blocs

Fernando Maia/UOL
Policial militar usa spray de pimenta contra manifestantes na frente do prédio da "Rede Globo", no Rio Imagem: Fernando Maia/UOL

Gustavo Maia

Do UOL, no Rio

2013-08-07T18:42:16

2013-08-08T11:18:13

07/08/2013 18h42Atualizada em 08/08/2013 11h18

Policiais militares e manifestantes encapuzados, conhecidos como black blocs, entraram em confronto durante uma manifestação contra a TV Globo, na noite desta quarta-feira (7), na frente do prédio da emissora, no Jardim Botânico, na zona sul do Rio de Janeiro.

Os jovens bloqueavam a rua Jardim Botânico, na altura da rua Pacheco Leão, quando a PM tentou dispersá-los com uso de gás de pimenta. Houve correria e um manifestante, identificado como Rafael Guimarães Damasceno, 20, acabou sendo detido.

Ele foi encaminhado para a delegacia da área. Pelo menos 20 manifestantes, ficaram na frente do DP até ter a garantia de que o rapaz seria libertado, o que ocorreu por volta das 19h. No momento, os manifestantes seguem no sentido Gávea.

Segundo o policial militar que efetuou a prisão, Damasceno cometeu dois delitos: obstrução de via e desobediência a ordem policial.

Cerca de cem policiais militares fazem a segurança na frente do prédio da TV Globo. Não há presença de agentes da Tropa de Choque no local, porém o oficial que comanda a guarnição informou que não está descartada a possibilidade de pedir reforço "se houver uma tentativa de invasão".

Protestos no Rio de Janeiro
Protestos no Rio de Janeiro
$escape.getHash()uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','5105+AND+52727+AND+29229', '')

O protesto contra a emissora foi marcado pelo Facebook, e há, no total, aproximadamente 40 manifestantes --a maioria formada pelos black blocs. 

Os manifestantes prometem acampar na frente do prédio da TV Globo, a exemplo do movimento "Ocupa Cabral", pelo qual jovens estão acampados na rua onde mora o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB).