PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Confronto entre manifestantes e policiais marcam o 7 de Setembro chuvoso em Salvador

Marcelo Barreto/UOL
Imagem: Marcelo Barreto/UOL

Marcelo Barreto

Do UOL, em Salvador

07/09/2013 18h05

As fortes chuvas que atingiram a capital baiana no feriado da Independência do Brasil não intimidaram os protestos na cidade.

Assim como aconteceu em outras capitais brasileiras, a polícia entrou em confronto com os manifestantes na tarde deste sábado. A Polícia Militar dispersou e prendeu alguns manifestantes após confronto no Centro de Salvador. Os presos foram encaminhados à Delegacia dos Barris, mas a PM não divulgou mais detalhes.

A passeata seguia pacífica até a avenida Joana Angélica, em frente ao Colégio Central da Bahia, quando, às 15h25, cerca de 30 homens da Tropa de Choque da Polícia Militar bloquearam a passagem dos manifestantes, que reagiram com uma chuva de pedras e pedaços de madeira.

A polícia avançou com bombas de efeito moral e o público se dispersou para ruas vizinhas. Prédios públicos, bancos e estabelecimentos comerciais foram depredados e pichados.

Os manifestantes eram cerca de 200 pessoas. A PM não divulgou estimativa da quantidade de participantes do protesto. 

Desfile

A chuva reduziu a presença de público no cortejo cívico pela manhã, e também pode ter sido a causa do baixo quórum do Movimento Passe Livre (MPL), que organizou uma passeata pela manhã, no Campo Grande, convocado por meio de redes sociais.

No evento criado no Facebook para divulgar o protesto, mais de 10 mil pessoas confirmaram participação. No horário marcado para a concentração dos integrantes do movimento, às 10h, apenas cerca de 30 pessoas compareceram à Praça do Campo Grande.

Grito dos Excluídos

Representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto de Salvador (MSTS), de entidades sindicais e grupos estudantis participaram do tradicional Grito dos Excluídos e seguiram em direção à Praça Castro Alves pela avenida Sete de Setembro após o término do desfile.

Realizado há 19 anos pelos movimentos sociais ligados à Igreja Católica, este ano a campanha teve foco nos jovens com o tema "Juventude que ousa lutar constrói o projeto popular".

Polícia Federal

Policiais federais de cinco estados e do Distrito Federal promoveram protestos durante o feriado da Independência. Na capital baiana, um grupo se reuniu na região do Campo Grande para reivindicar melhores condições de trabalho e reestruturação da carreira. Paralisados desde a última quinta (5),  agentes, escrivães e papiloscopistas cobram enquadramento com a carreira de nível superior. O governo propôs reajuste salarial de 15,8% dividido em três anos, mas a categoria rejeitou a proposta.

Tempero da democracia

O desfile foi antecedido pelo hasteamento da bandeira pelo governador Jaques Wagner (PT) e pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). Após a cerimônia, Wagner falou sobre a data e comentou sobre a expectativa dos protestos. "Claro que todo mundo se preocupou para que o 7 de Setembro pudesse ser a data maior do Brasil e para que corresse tudo bem, mas acho até que tem um tempero de democracia. As manifestações de rua, ressalvadas a truculência, o vandalismo, são uma forma do povo se manifestar. Eu insisto que as pessoas têm que buscar formas criativas de manifestação, não tem que ser atrapalhando a vida das pessoas."

O cortejo oficial seguiu pela Avenida Sete de Setembro e contou com a participação de militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, além de homens da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Rodoviária Federal e da Guarda Municipal. Mais de dois mil homens foram escalados para dar segurança ao evento.

O saldo das manifestações até agora na capital baiana são de três ônibus depredados. Um foi incendiado e outros dois tiveram os vidros quebrados. Pontos de ônibus da Praça da Piedade também foram destruídos.
 

Segurança na Esplanada dos Ministérios continua reforçada mesmo após desfile

$escape.getHash()uolbr_voceMandaAlbumEmbed('6700457','Protestos pelo Brasil', '', '{$escape.getQuote()link$escape.getQuote():$escape.getQuote()http://noticias.uol.com.br/voce-manda/2013/09/06/protestos-pelo-brasil.htm$escape.getQuote(),$escape.getQuote()classes$escape.getQuote():$escape.getQuote()$escape.getQuote()}' )

Cotidiano