Topo

Elevado da Perimetral, no Rio, será fechado no dia 2 e implodido 15 dias depois

Eduardo Paes disse que todos os testes e simulações exigidos em compromisso firmado com o MP terão sido feitos até a data do fechamento - Rony Maltz/Folhapress
Eduardo Paes disse que todos os testes e simulações exigidos em compromisso firmado com o MP terão sido feitos até a data do fechamento Imagem: Rony Maltz/Folhapress

Giuliander Carpes

Do UOL, no Rio

23/10/2013 11h00

A Prefeitura do Rio de Janeiro definiu o calendário de fechamento do Elevado da Perimetral, no centro da cidade --a medida, que devia ter sido colocada em prática no último sábado (19), foi adiada por causa do leilão do pré-sal na segunda-feira (21) e de uma recomendação do Ministério Público. Segundo o prefeito Eduardo Paes, o viaduto terá o tráfego definitivamente interrompido entre a rodoviária e a praça Mauá a partir do dia 2 de novembro, às 19h. 

Paes já definiu inclusive a data da demolição do trecho da Perimetral que será fechado no dia 2: 15 dias depois da interrupção do tráfego, no dia 17. Três dias antes, a avenida Rodrigues Alves --que passa embaixo da Perimetral no percurso em que ela será fechada -, terá o trânsito interrompido para a implosão. 

Em outros trechos, a via continuará aberta até a prefeitura definir quando haverá a demolição total da Perimetral.

“Fizemos um teste muito bem sucedido no domingo. Óbvio que era um dia mais fácil. Ontem nosso time foi pessoalmente no MP entregar os documentos que faltavam”, afirmou Paes. “Essa é uma negociação de seis meses. Não há oposição à derrubada da Perimetral. A preocupação do MP é diminuir os impactos, e este também é nosso esforço.”

O prefeito disse que todos os testes e simulações exigidos em compromisso firmado com o MP terão sido feitos até a data do fechamento do trecho entre a rodoviária e a Praça Mauá. Mais um ocorrerá nesta quinta-feira (24), com o fechamento da Perimetral entre 12h e 16h.

No sábado (26) e domingo (27), em razão da realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), os testes serão realizados mais tarde. Nestes dias, a Perimetral fecha entre as 14h e 17h. 

A Perimetral será substituída provisoriamente pela nova avenida Binário do Porto, que já foi aberta na região portuária. “Ainda há uma incompreensão do que estamos fazendo agora e vamos fazer no futuro. Importante que as pessoas entendam que o Binário não é a via que substitui a Perimetral. Ela será substituída por um túnel expresso da rodoviária até a Praça 15”, explicou o prefeito. “Viveremos um período de um ano e meio a dois anos provisório. O Binário não é a solução definitiva para a Perimetral.”

A prefeitura já havia colocado em prática desde a semana passada algumas medidas para tentar minimizar o efeito do fechamento da via, uma das mais importantes do centro.

Todas as manhãs já tem funcionado uma faixa reversível na avenida Presidente Vargas em direção à Candelária. Também começou a valer uma restrição ao estacionamento e carga e descarga em toda a região central. 

Desde segunda-feira, 20% dos ônibus metropolitanos estão impedidos de circular no centro e precisam retornar para as cidades de origem na altura do Into (Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia), perto da subida para a ponte Rio-Niterói.

Mais Cotidiano