Ao menos 90 pessoas são detidas em protestos no Jaçanã (SP); um homem é baleado

Do UOL, em São Paulo

Onda de crimes no Estado de São Paulo
Onda de crimes no Estado de São Paulo

Ao menos 90 pessoas foram detidas durante manifestações realizadas em diversos pontos da região do Jaçanã, na zona norte de São Paulo (SP), na noite desta segunda-feira (28), segundo a Polícia Militar. Os ativistas protestavam contra a morte do adolescente Douglas Rodrigues, 17, durante uma abordagem de policiais militares ocorrida no domingo (27).

Um grupo interditou a rodovia Fernão Dias no km 86 em ambos os sentidos por volta das 19h. A pista sul (sentido São Paulo) foi liberada às 20h10, segundo a concessionária. A pista norte (sentido Belo Horizonte) foi liberada completamente no fim da noite.

Também houve protestos --com cerca de 500 pessoas-- em outros pontos do Jaçanã, entre eles as avenidas Edu Chaves, Roland Garros e Luís Stamatis. Os atos, segundo a PM, iniciaram por volta das 17h50, logo após o enterro do jovem morto.   

Três caminhões e seis ônibus foram queimados, conforme a polícia. Alguns dos veículos, assim como lojas da região, foram saqueados. Um pedestre, que estava passando próximo ao protesto, foi atingido por uma bala disparada pelos próprios manifestantes, segundo a PM.  

Segundo o Hospital Municipal São Luiz Gonzaga, o jovem --que não foi identificado-- deu entrada no pronto-socorro com um tiro no abdômen e passa por cirurgia. Não foi informado, no entanto, se o estado de saúde dele era grave ou não. O ferido era um pedestre que passava próximo a uma loja que estava sendo depredada. 

Os policiais chegaram a rodovia Fernão Dias para conter a ação dos manifestantes cerca de 20 minutos após o início do protesto. Os manifestantes foram dispersados por volta das 19h30.  Na ocasião, o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella, chegou a entrar em contato com o Ministério da Justiça para propor uma ação conjunta, já que se tratava de uma via federal. 

Às 21h51, os manifestantes voltaram para a via e incendiaram um carro na pista. 

Protestos em São Paulo
Protestos em São Paulo