PUBLICIDADE
Topo

Tempo melhora no Espírito Santo e Defesa Civil retira alerta, mas risco de deslizamentos continua

Mariana Jungmann

Da Agência Brasil, em Brasília

30/12/2013 21h52

A Secretaria Nacional de Defesa Civil retirou todos os alertas de enxurradas e inundação para o Espírito Santo. O Estado, que foi atingido pelas chuvas fortes, continua com alertas de risco de deslizamento de terra nas regiões mais afetadas pelo temporal. Entretanto, a previsão meteorológica é de sol e poucas nuvens na maior parte do Estado a partir desta terça-feira (31) e possibilidade de chuvas esparsas no sul da região serrana. As temperaturas podem chegar a 37ºC em alguns pontos do Estado.

Tirou foto das chuvas no ES? Mande para o UOL

  • Julio Santos/Colatina Hoje/Facebook

Segundo informações da Defesa Civil do Espírito Santo, todos os municípios foram informados sobre os procedimentos de avaliação contínua dos pontos afetados pela chuva e para evacuação emergencial caso seja necessário. O governo estadual decretou situação de emergência em todas áreas afetadas.

Seis pessoas continuam desaparecidas e o número chega a 24. Segundo o último boletim do órgão, 48.010 tiveram que deixar suas casas e estão em residências de parentes e amigos ou em abrigos organizados pelas prefeituras dos 54 municípios afetados.

Desde o dia 28, o Iema (Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos) retomou o monitoramento da balneabilidade dos rios e praias do Espírito Santo. O monitoramento serve para medir a qualidade da água e determinar se está própria para banho. Ele tinha sido suspenso por causa dos temporais.

As amostras voltaram a ser coletadas e os resultados dos exames de bactérias e contaminação estão no site da Secretaria de Meio Ambiente a partir de amanhã. O controle da qualidade da água também é importante porque a Secretaria de Saúde do Espírito Santo suspeita que a morte de uma pessoa em uma cidade da Grande Vitória tenha sido causada por leptospirose.

Mas, enquanto o clima dá trégua no Espírito Santo, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) alerta para chuvas moderadas a fortes com possibilidade de granizo, descargas elétricas e rajadas de vento no Rio Grande do Sul e Santa Catarina até a noite de amanhã. Os ventos podem chegar a 90 quilômetros por hora em áreas isoladas dos dois estados e do Paraná.

Cotidiano