PUBLICIDADE
Topo

Prefeitura do Rio aciona Guarda Municipal e usa "superguindaste" em queda de passarela

Do UOL, no Rio

28/01/2014 11h28

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio de Janeiro informou na manhã desta terça-feira (28) que a Guarda Municipal foi acionada para fazer a escolta das ambulâncias que transportam os feridos pela queda de uma passarela na Linha Amarela, em Pilares, na zona norte. Os hospitais municipais Souza Aguiar, Miguel Couto e Lourenço Jorge receberam reforço de efetivo para atender os feridos. Pelo menos quatro pessoas morreram e cinco se feriram.

Ainda de acordo com o Centro de Operações, para auxiliar no trabalho de retirada da passarela, foi acionado um “superguindaste”.  A via está completamente fechada para o tráfego, sem previsão de liberação. Operadores da CET-Rio (Centro de Engenharia de Tráfego) orientam os motoristas nas ruas próximas à Linha Amarela.

Ao menos dois veículos que passavam pela via foram esmagados, e pessoas ficaram presas às ferragens.  Equipes de resgate da concessionária e do Corpo de Bombeiros, com o auxílio de dois helicópteros, foram acionadas para socorrer as vítimas. Testemunhas dizem que a caçamba do caminhão estava levantada. O veículo prestava serviço para a empresa Arco da Aliança.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou que o caminhão não deveria estar circulando pela via, que possui restrição para a circulação de caminhões e carretas.

No sentido Barra da Tijuca, os motoristas podem transitar até a altura de Bonsucesso, sendo obrigados a acessar a avenida dos Democráticos pela saída  4. No sentido Centro, o desvio está sendo feito pela saída 5 com os motoristas acessando a avenida Dom Helder Câmara. A prefeitura recomenda que os motoristas utilizem a avenida Brasil, estrada Grajaú-Jacarepaguá, autoestrada Lagoa-Barra e o Alto da Boa Vista.

Veja onde fica o local da queda da passarela

  • Arte/UOL

A prefeitura também pediu à Rio Ônibus que implemente itinerários alternativos das linhas que passam pela via. O Centro Integrado de Comando e Controle do Governo do Estado também foi acionado para dar apoio ao resgate e perícia do local.

Vítima caiu no canal

Em entrevista à rádio "CBN", o motorista Marcos Vinicius Rodrigues contou que passava pela Linha Amarela quando o acidente aconteceu.
 
"Eu estava do lado do caminhão e de repente eu só escutei um barulho. Meu carro foi meio que projetado como se alguém tivesse batido na traseira do carro. Quando olhei para trás pelo retrovisor era a passarela que estava caindo", relatou.
 
O motorista disse também ter visto uma pessoa sendo arremessada em direção ao canal que fica na via. "Eu vi um rapaz de camisa lilás sendo projetado da passarela de uma forma muito violenta. Ele rodopiou no alto e caiu no canal", falou.

Cotidiano